Caminhão de Flores

Daian Schmitt

Sem foto do Daian Schmitt Compositor: Daian Schmitt
Tom: A
		
Intro: A E D E 

A                         E 
Eu conduzo um caminhão de flores
          D                   E    
Os olhos cheios de amores pra te regar
A                         E 
Da colina da sua razão eu vejo 
            D
Os rostos e o desprezo
                 E        
De quem não pode amar 

(repete a sequência na música toda)

O amor é uma bala frágil de canhão
Que não atravessa nuvens de algodão
A harmonia é livre dentro da canção
Que eu aprisiono em notas
No meu coração

Ah, se fosse fácil assim
Da noite pro dia
E do princípio ao fim 
Ah, se fosse fácil assim
Eu negaria o fraco dentro de mim

O desejo voa em asas de borboletas
Em leves silhuetas borrando o ar
A rua clareia depois de cada esquina
Num golpe de esgrima
mesmo que venha sangrar

O punho traiçoeiro do destino
Num bote de um felino veio me atacar
Me jogou como lama seca na parede
Como porcelana chinesa eu fui estilhaçar

Ah, se fosse fácil assim
Da noite pro dia
E do princípio ao fim 
Ah, se fosse fácil assim
Eu negaria o fraco dentro de mim

As tentativas frustradas do ciúme
Me deixaram imune, mesmo sem saber
Que por trás de cada ato de terrorismo
O meu covarde heroísmo veio falecer

E enterrado sob as palmeiras secas
Todos em fileiras vieram pra ver
Que com o fogo ateado por orgulho
No mergulho da fênix veio renascer
372 exibições

Comentários 0

Composição: Daian Schmitt
Esse não é o compositor? Avise-nos.
Contribuição: Daian
Consegui tocarAinda não conseguiram tocar essa música. Seja o primeiro!
    Não consegui tocar
    Exibir acordes »
    publicidade
    fechar