Esquecer É Nosso Jeito

Eduardo Costa

 Eduardo Costa
Tom: C
		
 C                                                              F
Não à razão pra discutir, A essa hora o sol se foi,
                            G                      F                         C
Estou a ponto de explodir, A essa guerra entre nos dois
  C                                                                         F
Não à razão pra te esquecer, Nem muito menos pra lembrar
                           G                        F                      C
Entre a paixão e o querer, Só à motivos pra chorar
  C                                                           F
Cada palavra é um espinho ao sair da sua boca, que arranha minha pele, vai manchando a
        G                                            G7                                    C            G
minha roupa, devastando o meu peito como o tédio de um temporal
  C                                                                 F
Cada olhar é uma gota envenenado o nosso vinho, é um prego no sapato é uma pedra no
       G                                             G7                                C
caminho, sempre juntos mas sozinhos neste mundo desigual
                            G                                                                    F
Você vai pela esquerda, que eu vou pela direita, esta casa ta pequena e a porta muito
    C                                         G                                  G7
estreita, se o amor nos dá a chance a gente briga e ignora,
                     F                          C
Esquecer é o nosso jeito de sair...... (e ir embora)
                           G                                     F                                 F
Você vai pela esquerda, que eu vou pela direita, esta casa ta pequena e a porta muito
   C                                          G                                G7
estreita, se o amor nos dá a chance a gente briga e ignora,
                     F                   C
Esquecer é o nosso jeito de sair e ir embora.

   C                                                        F                                                                                   G
Cada palavra é um espinho ao sair da sua boca, que arranha minha pele, vai manchando a minha roupa
                                G7                                      C         G
Devastando o meu peito como o tédio de um temporal
  C                                                                     F                                                                      G
Cada olhar é uma gota envenenado o nosso vinho, é um prego no sapato é uma pedra no caminho
                                     G7                                 C
Sempre juntos mas sozinhos neste mundo desigual
                              G                                                                    F                                     C
Você vai pela esquerda, que eu vou pela direita, esta casa ta pequena e a porta muito estreita

                                   G                                 G7                                   C
Se o amor nos dá a chance a gente briga e ignora, esquecer é o nosso jeito de sair e ir embora
                            G                                                                          F                               C
Você vai pela esquerda, que eu vou pela direita, esta casa ta pequena e a porta muito estreita
                                    G                                G7                                     C
Se o amor nos dá a chance a gente briga e ignora, esquecer é o nosso jeito de sair e ir embora.
31.250 exibições

Comentários 1

  • gustavo gustavo : Postado em 31/08/2013 19:17

    fica melhor tocala em LA MAIOR

Composição: Fátima Leão/Netto
Esse não é o compositor? Avise-nos.
Contribuição: andrecastro Correções: verdao2010 »
Exibir acordes »
publicidade
fechar