Caminhão É Assim Mesmo

João Mineiro e Marciano

 João Mineiro e Marciano
Tom: A
		
                 A					    E
Eu vivo pela estrada com um caminhão nos braços e alguem no coração
 						        A
Meu amor é dividido porque eu morro por ela e vivo pelo caminhão
 A				        A7                       D
Dois amores diferentes, mas com eles me completo eu não vivo em abandono
 	          A                          E             A
No calor de uma cabine ou nos braços de quem amo sou feliz ate no sono

 	          E                          A
No calor da estraaaaaaaaaaada      quase sonolento
                                                                                                    A                     E                         D                      A
Qualquer sombra eu encosto á pensar em quem eu gosto vou sonhar no acostamento
          E                            A
A noite cheeeeeeeeeeeeega a saudade aumenta
              E                        D                  A
Agarrado no asfalto se possivel farol alto pela marca dos 80

A		  					     E
Sozinho pela estrada escutando a voz do vento no espelho a repetir
 							 A
Mal começo uma viagem eu ja penso no regresso e nem terminei de ir
                                                                                                   A                                                                        D
Mesmo assim eu vou seguindo com cuidado redobrado quando a estrada serpenteia
                  A                        E
Caminhão é assim mesmo, vai saindo pela estrada
              A
Vai entrando pelas veias

                E
No calor da estraaaaaaaaaaaaada...
15.809 exibições

Comentários 0

Composição: Sabe quem é o compositor? Envie pra gente. Contribuição: Laertes, o Rústico Correções: Joao Carlos e mais 2 »
Consegui tocarAinda não conseguiram tocar essa música. Seja o primeiro!
    Não consegui tocar
    Exibir acordes »
    publicidade
    fechar