Dia de Visita

João Paulo e Daniel

 João Paulo e Daniel
Tom: E
		
Intro: B7   E   B7   E

 E                                                 B7
 Minha vida nesta cela é olhar pela janela, e esperar
                                                        E
 No Domingo lá vem ela caminhando sempre bela, me consolar
                                                             B7
 Traz noticia da cidade onde esplica essa verdade, eu lhe perdi
                                                            E
 Foi um crime sem motivos dois ou tres aperitivos, eu tô aqui


                 B7                     E
 Aqueles olhos verdes, me troxeram pra cá
                B7                  E
 Mas alguma esperança, vai me libertar

                                                      E
 Tinha tudo que sonhava a morena se guardava, só para mim
                                                                   E
 Tinha belos companheiros com defeitos pra terceiros, mas não pra mim
                                                  B7
 Todo sábado cerveja peixe frito na bandeja, e aipim
                                                             E
 Depois banho e barba feita a gravata a mãe ajeita, e ela enfim
                 B7                     E
 Aqueles olhos verdes, me troxeram pra cá
                B7                  E
 Mas alguma esperança, vai me libertar

(refrão)

                                                               B7
 Na carteira de um qualquer eu vi a foto da mulher, minha paixão
                                                               E
 Tinha data bem recente falava de um beijo ardente, perdi a razão
                                                         B7
 De repente uma cegueira com o ódio na peixeira, eu ataquei
                                                     E
 Nimguem mais me segurava o ciume comandava, e eu matei

(refrão)

                                                               B7
 De repente escuto um grito meu amor de olhar aflito, na multidão
                                                                 E
 Foi caindo de joelhos me gritou de olhos vermelhos: - "é meu irmão!"
                                                   B7
 Minha vida nesta cela é olhar pela janela, e esperar
                                                           E
 A visita da esperança que nasceu com uma criança, me perdoar

               B7                     E
 Aqueles olhos verdes, me troxeram pra cá
                B7                  E           (refrão 3x)
 Mas aquela criança, vai me libertar
87.655 exibições

Comentários 0

Composição: Aldo Clodo / Rosalyn Winters
Esse não é o compositor? Avise-nos.
Contribuição: vagner Correções: Eriberto Wellington e mais 2 »
Exibir acordes »
publicidade
fechar