Na Minha Solidão

Luiz Marenco

 Luiz Marenco Compositor: Luiz Marenco
Tom: E
		

Intr.: E A E

E                                    G#m7
De repente as coisas mais comuns, me foram ausentes
       C#7                          F#m7
E o sorriso que andava num retrato, desbotou
      A                                    F#m7
De repente as saudades que habitavam minha gente
        A          B7            E           A/B
Me trouxeram lentamente, ao lugar aonde estou

   E                            G#m7
Aqui na minha solidão, sou dono do meu tempo
 C#7                          F#m7
E ele é quem me faz pensar em mim
      A                                  F#m7
Eu visito meus recuerdos e diviso, as distâncias
   A                  B7             E   E7
E ainda busco meus limites, mesmo assim

      A                             G#m7
(Não sei porque, não sei porque tua voz me faz ouvir
  C#7
Silêncios que não sei nem mais sentir
   F#m
Deixando tão ausente outras palavras
       A                      F#m
Que o tempo foi calando na garganta
    A                                F#m
Perdendo a força que ela tinha e era tanta
     A             B7        E
Parecendo que não vinha, mais de ti)

Int.

     E                               G#m7
Faz bem pra mim guardar e revirar, o meu passado
  C#7                                  F#m7
Olhar pra trás e ver tudo mudado, os silêncios que eu tinha e perdi
     A                F#m                       A   F#m7
Faz bem, eu sei, recordar as tuas cores nos retratos
       A               B7                      E           E7
Minha gente, o tempo exato das saudades que andavam por aqui

( )
4.397 exibições

Comentários 0

Composição: Gujo Teixeira e Luiz Marenco
Esse não é o compositor? Avise-nos.
Contribuição: Edu Saragozo
Consegui tocarAinda não conseguiram tocar essa música. Seja o primeiro!
    Não consegui tocar
    Exibir acordes »
    publicidade
    fechar