Pisando Descalço

Maneva

 Maneva Compositor: Tales de Polli
Tom: A#(acordes na forma do tom G)
Capotraste na 3ª casa		
                Em7                                                                                              Bm7
Pisando descalço nesse chão molhado Deito do teu lado para relaxar
                  Em7                                                                                       Bm7
Fazendo fogueira, sem eira nem beira Deitado na esteira vendo o luar
Bm7            Bbm7    Am7                        D                         D#º               Em7
       Pego o meu violão Canto uma canção que já fez maluco se por a dançar
                    C                                            D                                          Em7
Aquele doce Que derrete a mente no desembaraço desse meu cantar
                   C                                          D                                                    Em7
Aquela morena De saia pequena com seus olhos grandes parece voar
                        C                                                 D                                             Em7    Bm7   Em7  Bm7
Hoje na natureza Não importa a feira é dia de doideira e não de Trabalhar
                Em7                                                                                              Bm7
Pisando descalço nesse chão molhado Deito do teu lado para relaxar
                  Em7                                                                                       Bm7
Fazendo fogueira, sem eira nem beira Deitado na esteira vendo o luar
Bm7            Bbm7    Am7                        D                         D#º               Em7
       Pego o meu violão Canto uma canção que já fez maluco se por a dançar
                    C                                            D                                          Em7
Aquele doce Que derrete a mente no desembaraço desse meu cantar
                   C                                          D                                                    Em7
Aquela morena De saia pequena com seus olhos grandes parece voar
                        C                                                 D                                                      Em7
Hoje na natureza Não importa a feira é dia de doideira e não de Trabalhar
C                                            D                                                  Em7
    Não importa a feira é dia de doideira e não de Trabalhar
C                                            D                                                  Em7
    Não importa a feira é dia de doideira e não de Trabalhar

solo: C  D  Em7  C  D  Em7

                         Em7                             Bm7
Brinco pelo espaço, estreitando laços Eu não tenho fardos para carregar
                         Em7                                                                                        Bm7
Minha vida é plena, não faço besteira Peço a padroeira pra me abençoar
Bm7          Bbm7        Am7                        D                D#º    Em7
    Escuto meu coração Pois a minha razão muitas vezes atrapalha o meu pensar
                         C                                  D                                                        Em7
E ele me trouxe O discernimento justo no momento em que pensei parar
                 C                                  D                                                        Em7
Saí do dilema Entre o asfalto duro e olhar paredes prefiro cantar
                        C                                   D                                                           Em7
Hoje na natureza Não importa a feira é dia de doideira e não de trabalhar
C                                            D                                                  Em7
    Não importa a feira é dia de doideira e não de Trabalhar
C                                            D                                                  Em7
    Não importa a feira é dia de doideira e não de Trabalhar
C                                            D                                                  Em7
    Não importa a feira é dia de doideira e não de Trabalhar
C                                            D                                                  Em7
    Não importa a feira é dia de doideira e não de Trabalhar
150.748 exibições

Comentários 10

  • andressa.magalhaes.775 andressa.magalhaes.775: Postado em 22/10/2014 19:14

    linda e fácil de mais. sem o capo traste e fazendo todos os acordes com pestana fica linda. :*

  • joao joao: Postado em 07/05/2014 19:19

    Fica bem melhor se tira o Em7 e so deixa Em , e cade o solo ? :/

  • Kethelen Kethelen: Postado em 02/02/2014 20:16

    ritmo?

    • Lucas Lucas: Postado em 08/03/2014 13:11

      O ritmo é tipo o da "Quero Ser Feliz Também"... Vc toca o baixo do acorde e depois todas as cordas, sempre p baixo, "1e, 2e, 3e, 4e..."

    • Débora Débora: Postado em 13/05/2014 22:21

      Comentário removido

    • Débora Débora: Postado em 13/05/2014 22:24

      Ñ!! Ritmo de reggae e western: riff 2, bate na corda de cima com o dedão, logo em seguida bate todas com os três dedos: indicador, anelar..

  • Ricardo Ricardo: Postado em 16/01/2014 18:04

    Trocando o Em7 pelo simple Em eu acho que fica melhor!

  • ricardoots ricardoots: Postado em 28/10/2012 19:35

    \O/ MANEVA EH DA HRA!!!

  • alexandremuller alexandremuller: Postado em 08/04/2012 12:37

    show de bola essa música

  • ellencalio ellencalio: Postado em 06/03/2011 23:37

    cade o solo? :(

Composição: Tales de Polli
Esse não é o compositor? Avise-nos.
Contribuição: diego2301 Correções: ivan.quadros.73 e mais 1 »
Exibir acordes »
publicidade
fechar