Tom: E
		
(intro)


E|---7/10---10---9----7---000---10---10---9----7---000-
B|---9/12---12---10---9---000---12---12---10---9---000-
G#|------------------------000----------------------000-
E|------------------------000----------------------000-
B|------------------------000----------------------000-



E|---5/7---7---5---4---000-------------------000-------------------
B|---7/9---9---7---5---000---4---4---2---0---000-------------------
G#|---------------------000---3---3---1---0---000---1/3---3---1---0-
E|---------------------000-------------------000---2/4---4---2---0-
B|---------------------000-------------------000-------------------



E|---------------------------------------------------
B|---------------------------------------------------
G#|---------------6---3-------------------------------
E|-------4---7-------------------2---5---2-----------
B|---5-------------------0---4---------------2/5---5-



E|-----------------------------------------------
B|-----------------------------------------------
G#|-----------6---3-------------------------------
E|---4---7-------------------2---5---2-----------
B|-------------------0---4---------------2/5---5-



E|---------------------------------
B|---------------------------------
G#|-------6---3---------------------
E|---4-----------0---2---4---2---4-
B|---------------0---4---2---4---5-


 E7
Eu não caio do cavalo  nem do burro e nem do galho

Ganho dinheiro cantando a viola é meu trabalho
                   A                     B7   ( B7  A   B7 )
No lugar onde tem seca eu de sede lá não caio
                 E                      B7      E
Levanto de madrugada e bebo pingo de orvalho  chora viola !

(intro)

 E7
Não como gato por lebre  não compro cipó por laço

Eu não durmo de botina  não dou beijo sem abraço
                    A                      B7  ( B7  A  B7 )
Fiz um ponto lá na mata caprichei e dei um nó
                 E                  B7    E
Meus amigos eu ajudo  inimigo tenho dó  chora viola !

(intro)

 E7
A lua é dona da noite e o sol é dono do dia

Admiro as mulheres que gostam de cantoria
                       A                            B7   (  B7  A  B7 )
Mato a onça e bebo o sangue  furo a terra e tiro o ouro
                      E                    B7       E
Quem sabe agüentar saudade  não agüenta desaforo  chora viola !

(intro)

 E7
Eu ando de pé no chão  piso por cima da brasa

Quem não gosta de viola que não ponha o pé lá em casa
                A                     B7   ( B7   A   B7 )
A viola está tinindo o cantador tá de pé
                    E                       B7   E
Quem não gosta de viola  brasileiro bom não é  chora viola !

Comentários 1

Composição: Lourival dos Santos / Tião Carreiro
Esse não é o compositor? Avise-nos.
Contribuição: Kim
Exibir acordes »
publicidade
fechar