Paineira Velha

Tonico e Tinoco

 Tonico e Tinoco Compositor: José Fortuna
Tom: A
		
A
Paineira velha abandonada
                        E7
Lá na estrada de meu sertão
Tens uma história de meu passado
                          A
Que está guardada no coração
Eu a encontrei eras pequena
              A7         D
Em meio ao mato onde nasceu
                         A
Todas as tardes eu a regava
             D     E7      A
E assim depressa você cresceu.

A
Paineira velha na sua sombra
                          E7
Com minha amada fui tão feliz
Colhendo as flores que você dava
                          A
Mas o destino assim não quis
E numa tarde você murchou
         A7        D
E o canarinho emudeceu
                           A
Fui no seu tronco só encontrei
        D     E7    A
O nome dela e um adeus.

A
Paineira velha daqueles tempos
                           E7
Já se passaram muitos janeiros
Ainda és tão boa tua sombra amiga
                           A
Hoje é pousada dos boiadeiros
Já não existe mais o terreiro
                A7         D
E o meu ranchinho cipó cobriu
                           A
E a sua casca cresceu de novo
          D     E7      A
E o nome dela também sumiu.

A
Paineira velha fiel amiga
                              E7
Nossos destinos são sempre iguais
Se estou contente você florece
                               A
Quando eu padeço suas flores caem
Nascemos juntos paineira velha
          A7         D
Vamos morrer nesta união
                            A
De vossos galhos quero uma cruz
           D     E7      A
De sua madeira quero caixão.
7.697 exibições

Comentários 0

Composição: José Fortuna
Esse não é o compositor? Avise-nos.
Contribuição: Marcos
Consegui tocarAinda não conseguiram tocar essa música. Seja o primeiro!
    Não consegui tocar
    Exibir acordes »
    publicidade
    fechar