Sem Endereço

Zeca Pagodinho

 Zeca Pagodinho
Tom: F
		
Introdução: F C7

      F     D7    G7
E lá vai ela, dizendo até nunca mais
         C7      F                  F7 F7/9
Estou naquela vivendo a sombra dos ais
      Bb          Bbm              Am    D7
Pra vê-la feliz até me virei pelo avesso
   G7               C7           F
Sabendo que do teu amor me fortaleço
D7   G7             C7             F
É a paga que ela me dá por tanto apreço
D7   G7                 C7           F
Vai embora e não deixa sequer seu endereço
D7            G7             C7              F
Na escola de samba do seu coração foi um tropeço
                     F7                  F7/9       Bb
Cortou o meu samba alegando que não tinha fim nem começo
                   Bbm                              
Rasgou a minha fantasia e ainda atirou no chão meu adereço
 G7                  C7            F
Motivo pra tanta discórdia eu desconheço.
D7   G7             C7             F
É a paga que ela me dá por tanto apreço
D7   G7                 C7           F
Vai embora e não deixa sequer seu endereço
D7               G7               C7       F
Fui ao fundo do poço na base do osso e obedeço
                 F7                  F7/9           Bb
E ainda dizia inocente contente que é isso que eu mereço
                   Bbm                                Am D7
Por ela na mão e carente já estão por um triz quase faleço
    G7                 C7             F
No fim ainda quer me vender a baixo preço.
D7   G7             C7             F
É a paga que ela me dá por tanto apreço
D7   G7                 C7           F
Vai embora e não deixa sequer seu endereço
 D7    G7           C7                   F
Eu gastei toda economia pra enfeitar a casa a nega
   D7            G7                C7               F
vadia ainda me arrasa formiga com asa que quer se perder
 D7       G7                 C7               
Pior fui eu que gastei toda grana que eu tinha pra
F                         D7        G7             
vê-la joinha deixando a vizinha com água na boca, mas
             C7                F
é que essa louca não quer me querer.
 D7    G7               C7                 F
Eu gastei toda minha energia porque todo dia acordava
       D7               G7                   C7
mais cedo pra lhe dar levedo e o mais puro leite pra
         F
flor te pintar.
 D7     G7             C7                 F
E eu gastei toda a poesia que eu fazia a toa de Carlos
       D7              G7              C7        F
Drumonnd e Bernardo Pessoa mas ela resolve me abandonar.
5.832 exibições

Comentários 1

  • lguilherme45 lguilherme45: Postado em 08/12/2012 16:47

    a letra tem varios erros, ( por ela não mão encarei SUGESTÃO) ( mais puro leite pra FORTIFICAR), (FERNANDO PESSOA)

Composição: Luis Carlos da Vila / Arlindo Cruz
Esse não é o compositor? Avise-nos.
Contribuição: Gabriel Leitte
Exibir acordes »
publicidade
fechar