Enviar cifraEntrar

Identidade Nordestina

Alquimides Daera

Letra

Sou um violeiro sul-americano
nasci paraibano me criei no forró
fazendo verso cantador de repente
poeta de sentimento mensageiro do amor

Meu coração calado pulsa forte
trovejando festejando o dia amanhecer
o sol raiando rouxinol cantando
o amor sempre voando do meu bem querer

A flor se abrindo nascente destino
a liberdade fluindo prazer
a alegria da felicidade faz chover
nos olhos da menina gotas cristalinas de tanto querer

Fazer amor plantar a semente colher o sol nascente do seu olhar
dançando xote balançando o coração da gente se requebrando até o dia clarear

Eu sou da lira da sanfona e da zabumba um violeiro cantando jazz e forró
eu sou da era cidadão do mundo em um segundo marco o tempo laço o verso e dou um nó

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 6
  • 7
  • 8
  • 9
  • 10
  • 11
  • 12
    Composição: Alquimides DaeraColaboração e revisão:
    • Aquimides Daera

    0 comentários

      mostrar mais comentários
      00:00 / 00:00
      outros vídeos desta música
      repetirqualidadeautomática
      • automática
      Outro vídeos desta música
        00:00 / 00:00
        automática
        • automática
        Acordes para:violão e guitarra
        dificuldadeexibiçõescontribuições
        fecharplay/pause subir/descer velocidade
        fechar
        OK