Cifra Club

Aprenda

Garnet

Aqua Timez

Ainda não temos a cifra desta música.

Kaze ga tsutsumikonda ookina ki no
shita de boku wa yume wo utaou
Yotsuba no KUROOBAA wo hitori
sagashi aruita koro no yume wo
Mune no oku de tenmetsu suru
samishisa dake ga michi wo terashiteta
Hikari wo machi kutabireru to itsumo
Sore dake ga michi wo terashiteta
Anata ni deai wakariaeta
hitotsu hitotsu no yoru wo wakachiaeta
Tsuujiau no wa kotoba ja nai
tagai no mune ni himeteru kodoku sa
Kyosei wo haritsuzukeru kono kuchibiru wo
Anata wa yasashiku nadete kureta
Yatto boku wa boku de irareta

Kikarenakatta uta wa koboreteku namida wa
Sora to daichi ga uketomete kureteta
Hito wa "hitori" datte shinjite ikite kita
Anata ni deau made wa zutto

Ima no jibun no mama de
hito wo aisu yuuki ga
nakatta kara yowasa wo kakushi
Hontou no jibun ga mienaku naru kurai
Tooku made hashirou to shita nda

E no naka no ao wo kiritotte
jibun no sora ni haritsuketari shite
Motto aoi sora ga hoshii
sou negau no wa minna issho da ne
Egao wa tsukuru mon ja nai
kokoro no fuchi kara koboreru mon da ne
Kansha wa shiyou to suru mon ja nai
shizen to wakiagaru mon da ne
Hito yori mo motto shiawase de
araneba to itsu no ma ni ka omotteta
Kuraberu koto no dekinai mono made mo kurabete
Kusari wo mi ni tsuketa
Itami ga tooku no hou de nakugoe ga shita kara
RENZU wo nozoita
Sugureru mono dake ga aisarete ita

Sagasou to omottara ningen nante no wa
ketten darake no ikimono sa
Aisareru riyuu ga nakute jibun wo sagashita
boku wa sukoshi machigaete ita ne

Iku ate mo nai mama tadayou you ni shite
Itsumo "hitori" wo erande kita
Egao mo yorokobi mo fureai no uchigawa kara
Saki koborete yuku mono na no ni

Kizu no nai basho nara konna ni mo aru no ni
Mukiau koto kara nigete kita
Subete ni me wo fusete
Kono mabuta no ura ni
kanpeki na sekai wo egaita kedo
Matataki no mukou ni ai wo sagashita toki
Inori ga hitoshizuku koboreta
Kabosoi oyayubi de nugutte kureta no wa
Kizu darake no anata deshita

Kaze ga tsutsumikonda ookina ki no shita de
anata to futari de iyou
Nemuri ni tsuku anata no
Yawarakai mabuta ni shizuka ni KISU wo otosou

Debaixo de uma árvore envolta pelo vento, vou cantar o sonho
O sonho da época em que andava sozinho procurando o trevo de quatro folhas
Somente a solidão que piscava no fundo do peito iluminava o caminho
Sempre que cansava de esperar pela luz, somente isso iluminava o caminho
Te conheci, nos entedemos, dividimos cada noite
O que faz nós nos compreendermos não são palavras, e sim a solidão escondida dentro do peito de cada um
Esta boca que continuava a blefar, você acariciou carinhosamente
Enfim eu pude ser eu mesmo

A música que não era ouvida, a lágrima que rolava, o Céu e a Terra as acolhiam
As pessoas são "sozinhas", eu sempre vivi acreditando nisso, até te conhecer

Do jeito que sou agora, sem coragem de amar alguém, escondendo a fraqueza
Tentei correr para longe, o suficiente para que não enxergasse o meu verdadeiro eu

Recortei o azul de dentro da pintura, e tentei colar no meu céu
Quero muito mais azul, todos, igualmente, desejam isso
O sorriso não é para ser fabricado, é para transbordar das águas profundas do coração
A gratidão não é para ser feita, é para surgir naturalmente
Não sei a partir de quando comecei a achar que deveria ser mais feliz que os outros
Comparando até as coisas que não eram comparáveis, coloquei uma corrente no meu corpo
Parece que ao longe fez a voz de choro da dor, por isso olhei pela lente
Somente as pessoas excepcionais eram amadas

Se pensar em procurar, os seres humanos são seres vivos cheios de falhas
Sem motivos para ser amado, me procurei
Eu estava um pouco errado

Sem lugar para ir, seguindo a correnteza, vim escolhendo sempre o "sozinho"
Mesmo entendendo que o sorriso, assim como a felicidade, são coisas que brotam a partir do contato

Tenho tantos lugares sem machucados, mas vim fugindo de enfrentar
Fechando os olhos para tudo, no verso dessas pálpebras desenhei o mundo perfeito
Porém, quando pisquei e procurei amor do outro lado, um gota de oração rolou
Com um dedão magro e fraco, quem secou foi você, toda machucada

Vou ficar com você debaixo de uma grande árvore envolvida pelo vento
Quando você estiver adormecida, em sua macia pálpebra, vou depositar silenciosamente um beijo

Colaboração e revisão:
  • Ahrin Choi
  • Tiali Lopes

0 comentários

Mostrar mais comentários
00:00 / 00:00
outros vídeos desta música
repetir qualidade Automático
Outros vídeos desta música
00:00 / 00:00
Automático
OK