Cifra Club

Aprenda

Words Of Silence

Aqua Timez

Palavras do Silêncio

Ainda não temos a cifra desta música.

Usureru koto wa atte mo kieru koto wa nai
Hitori no hito wo aishita kioku
Ano goro itsumo itsu no hi mo
Manazashi no saki ni atta mirai wa hitotsu
Eien no kizuna
Kaze ni yureru momiji no
Ano chiisa na ki no shita de
Yuuki wo furi shibotte tsutaeta hitotsu no kokuhaku
Migite no kusuriyubi ni hametao
Soroi no kokochi yoi sokubaku
Haru no atatakai hidamari no naka de
Jare ai nagara
Kono mama toki ga toki ga tomatte shimaeba ii no ni
Honki de sou omotta
"ohayou" "oyasumi"
"te wo tsunagou" "zutto issho ni iyou"
"arigatou" "gomen ne"
"mata ashita" "hareru to ii ne"
Sonna atarimae no kurikaeshi ga
Boku ni totte kagayaku ai no hibi deshita
Sugisatta jikan wa kagayaki wo mashite
Boku ni wa amari ni mo mabushikute
Sabishikute mune ga shimetsukerareru
Ano hi, dakishimeta ude wo yurumetara
Mou nido to
Nido to ae naku naru ki ga shita
Soshite boku wa hitori ni natta
Kotoshi mo momiji ga kaze ni matte aki no
Owari wo utsukushiku saitte imasu
Kono chiisa na ki no shita de
Shizuka na koi no monogatari wo owaraseru mae ni hitotsu dake…
Boku wa, boku wa anata no kioku no naka de
Jouzu ni waraete masu ka?

Podemos esquecer, mas nunca apagar
As lembranças da pessoa amada
Naquela época, sempre naquela hora do dia
Olhávamos para o futuro e víamos
O para sempre
As folhas de bordo balançando ao vento
Embaixo daquela pequena árvore
Reuni toda minha coragem para me declarar
A felicidade de ter no dedo anelar da mão direita
Uma confortável aliança
Sobre a primavera quente em um lugar ensolarado
Enquanto brincávamos
Durante aquele momento, eu quis que ele congelasse no tempo
Eu realmente desejei isso
“Bom dia” “Boa noite”
“Vamos ficar de mãos dadas” “Vamos ficar juntos pra sempre”
“Obrigado” “Me desculpe”
“Até amanhã” “Espero que faça sol”
Nossa rotina tão natural
Meus dias eram tão brilhantes e repletos de amor
O tempo que passou era brilhante
Para mim, deslumbrante
Solitário, meu peito se aperta
Naquele dia, te abraçando, parecia que se eu afrouxasse os braços
Nunca, jamais
Eu sentia que nunca mais seria capaz de te encontrar novamente
E assim, eu fiquei sozinho
Este ano as folhas de bordo estão dançando ao vento
Colorindo o belo fim do outono
De baixo daquela pequena árvore
Antes de terminar “uma silenciosa história de amor”, uma única coisa
Eu, será que nas suas lembranças
Eu estou sorrindo?

Colaboração e revisão:
  • Fernando Nogueira
  • Jefferson Ribeiro

0 comentários

Mostrar mais comentários
00:00 / 00:00
outros vídeos desta música
repetir qualidade Automático
Outros vídeos desta música
00:00 / 00:00
Automático
OK