Cifra Club

Como tocar as músicas de Marília Mendonça?

As músicas de Marília Mendonça são e sempre serão um legado para a arte nacional. Independentemente de você gostar ou não da cantora, é inegável o seu valor para o sertanejo e para a cultura brasileira como um todo. Isso não só pelo vozeirão único e potente da Rainha da Sofrência, mas também pelas letras que falam sobre o amor sem objetificar a mulher.

Algumas das melhores músicas de Marília Mendonça tocadas no Ao Vivo de 2016
Marília Mendonça se apresentando em seu projeto ao vivo de 2016 (Foto/Reprodução/Internet)

Mas, por onde e como começar a tocar suas canções? Uma dica: inicie por aquelas que fizeram sucesso e/ou que fazem parte do seu repertório pessoal. Quando conhecemos a composição, é muito mais fácil entender o ritmo e o arranjo da mesma. Veja, a seguir, algumas dicas para tocar as principais faixas da artista goiana.

As cifras das melhores músicas de Marília Mendonça

Se está em dúvida de quais canções da Marília escolher para começar os estudos, calma! Preparamos uma lista especial com 15 músicas, de diferentes níveis de dificuldade, juntamente com alguns macetes para facilitar o seu aprendizado. Vamos lá!

1. Infiel

Entre as cifras de Marília Mendonça mais tocadas por aqui no Cifra Club, está a de Infiel. É um clássico nas baladas e nos encontros da família, e todo mundo já escutou ao menos uma vez. Para dominar os seus acordes, uma dica é treinar bastante hammer on, slide e pull off. Só é preciso de cuidado para não errar o ritmo.

2. Supera

Existem três caminhos para tocar Supera no violão. O primeiro é a versão principal, que inclui algumas pestanas. Já a segunda, é a nossa cifra simplificada, uma ótima opção para iniciantes.

Há uma terceira com apenas 2 acordes. No entanto, esta conta com menos charme e detalhismo. Qual escolher? Depende! Da etapa que você está como instrumentista e o quanto está disposto para se dedicar à canção.

3. Eu Sei de Cor

Uma das marcas da Rainha da Sofrência é ter músicas que conversam com a nossa alma. Se você já sofreu com uma desilusão amorosa, sabe bem do que estamos falando! Em Eu Sei de Cor, uma das suas mais tocadas, temos novamente duas opções de cifras: a simplificada e a tradicional.

Principalmente quem está começando e tem dificuldade de interpretar a cifra, é necessário atenção com a introdução, o refrão, o solo e os dedilhados. Quando for tentar tocá-los, escute a música ao mesmo tempo para facilitar o entendimento do ritmo. Vai ajudar bastante!

4. De Quem É a Culpa?

De Quem É a Culpa? é uma das músicas de Marília Mendonça com arranjo mais peculiar. Isso porque ela começa tocando piano. Logo, principalmente para quem é iniciante, recomendamos a versão simplificada. Fácil e bonito, o arranjo inicial é composto por um dedilhado e uma batida menos complexa.

Quando bem tocada, traz a elegância da versão original. Ao aprender, separe o processo em partes. Primeiro, foque nos acordes. Depois, no dedilhado. Por fim, se dedique ao ritmo, que é uma das partes mais delicadas.

5. Todo Mundo Vai Sofrer

Na verdade, todo mundo já está sofrendo com saudades da Marília! Para tocar Todo Mundo Vai Sofrer, novamente indicamos a versão simplificada aos iniciantes. Os acordes (A, D, Em e G) são tocados na mesma cadência. Já para quem quer ir além, aprendendo a versão oficial, use um capotraste na primeira casa.

6. Estrelinha

Ainda que não seja uma música solo de Marília Mendonça, Estrelinha é uma das favoritas de muitas pessoas, principalmente pela beleza da letra. Esta é outra da lista que pode ser uma boa de tentar tocar ouvindo a música simultaneamente.

7. Graveto

Em Graveto, o método de separar a música em partes também pode ser muito bem-vindo. Comece pelos acordes, depois treine os solos, para, por fim, focar no ritmo e acertar a cadência. Você consegue!

8. Alô Porteiro

A cifra simplificada de Alô Porteiro possui cinco acordes: D, A, G, Bm e Em. Para facilitar o processo, podemos tocar toda a composição em um mesmo ritmo (baixo, baixo, cima, cima, baixo e cima). Mas tenha cuidado para não atropelar as pausas e errar o ritmo.

Quando quiser ir um pouco além, tente pegar a versão tradicional. Ela possui mais acordes, mas calma, porque temos tutoriais explicando cada uma das partes!

9. Bebi Liguei

Bebi Liguei é uma das cifras de Marília Mendonça mais fáceis de aprender. O ritmo é simples, parece um arroxa. Além disso, são apenas quatro acordes: C, Dm7 (pestana), F (pestana) e G.

Para deixar a música mais refinada, ao final do verso antes do refrão, é possível fazer uma variação de ritmo. Isso permite leveza na hora de tocar e também uma dinâmica interessante para a canção.

10. Amante Não Tem Lar

Quando falamos de músicas da Rainha da Sofrência, Amante Não Tem Lar é um dos clássicos. A versão completa possui oito acordes, incluindo pestanas. Por mais trabalhoso que possa ser, vale a pena no final! Assim como em outras canções já citadas na lista, a dica é separar a música por partes e ir pegando aos poucos. A videoaula que temos irá te ajudar bastante!

11. Flor E O Beija-Flor

Parceria com a dupla Henrique e Juliano, Flor E O Beija-Flor é uma das músicas mais bonitas da cantora. Seu ritmo lento permite que até quem está começando, com um pouco de atenção, claro, consiga pegar, mesmo sendo a versão original. De qualquer maneira, temos também a versão simplificada da faixa, com apenas quatro acordes.

12. Como Faz Com Ela

Como Faz Com Ela já é um pouco mais complicada. Logo no início, tem um solo de sanfona que foi adaptado para o violão, com três acordes (Cm7, A#/D e D). Na segunda parte, há algumas passagens com o ritmo mais simples. Por fim, o refrão tem um padrão próprio com uma variação que deixa a melodia incrível.

Por outro lado, na versão simplificada são cinco acordes (em meio-tom acima, para ficar mais fácil). Você pode, também, utilizar um capotraste na primeira casa para deixar mais parecido com a versão original.

Espalhe o legado das músicas de Marília Mendonça!

Ao longo deste artigo, apresentamos 12 músicas de Marília Mendonça para tocar no violão. Trouxemos desde os clássicos solos da Rainha da Sofrência até canções com outros cantores, que também estão entre as favoritas dos fãs. Buscamos, também, trazer variedade em níveis de dificuldade, sempre que possível apresentando a versão principal e a simplificada.

Esperamos que você tenha gostado! Compartilhe este conteúdo especial dedicado a um dos maiores nomes recentes da música brasileira!

Leia também

Ver mais posts

Cifra Club Pro

Aproveite o Cifra Club com benefícios exclusivos e sem anúncios
Cifra Club Pro
Aproveite o Cifra Club com benefícios exclusivos e sem anúncios
OK