Cifra Club

Editora processa Spotify e pede R$ 5 bilhões de indenização

Gigante mundial do streaming começou o ano com o pé esquerdo (Reprodução)

O ano de 2018 acaba de começar, mas o Spotify já conhece um dos problemas que terá que enfrentar nos tribunais. Pouco antes do final de 2017, um dos maiores serviços de streaming de música do mundo ganhou de presente um processo no valor de US$ 1,7 bilhão (o equivalente a mais de R$ 5 bilhões) por uso indevido de direitos autorais.

Segundo o UOL, a autora da ação é a editora musical Wixen. Entre outros artistas, a companhia representa os interesses de Tom Petty, Rage Against The Machine, Weezer e Neil Young.

RATM é um dos artistas do catálogo da Wixen (Reprodução)

Em ação protocolada no último dia 29 de dezembro, a Wixen alega que 21% das 30 milhões de músicas do catálogo do Spotify estão sendo veiculadas sem autorização e sem pagar aos autores das composições. Entre as músicas usadas de forma ilegal, o processo sugere que estão os clássicos Free Fallin, de Tom Petty e Light My Fire, da banda The Doors.

 

Leia também

Ver mais posts

Cifra Club Pro

Aproveite o Cifra Club com benefícios exclusivos e sem anúncios
Cifra Club Pro
Aproveite o Cifra Club com benefícios exclusivos e sem anúncios
OK