Cifra Club

Profissão: Músico – Diferenças entre o músico profissional e amador

Músico profissional e amador: diferenças sutis, mas essenciais (Reprodução)

Já falamos aqui de várias profissões relacionadas ao mercado musical: de músico de orquestra a luthier, passando pelo musicoterapeuta até ao produtor fonográfico. São muitos os caminhos que um músico pode seguir, disso não há dúvidas!

As questões começam a aparecer quando o assunto é categorizar o trabalho do músico que toca na noite, em bandas ou que, de certa forma, executa essa atividade. Qual é a diferença entre o músico profissional e o músico amador? E, principalmente, há alguma vantagem maior em relação a ser músico profissional?

Para responder essas perguntas, recorremos à OMB, que é a Organização de Músicos Brasileiros. É essa instituição responsável por registar o trabalho do músico no país.

Já vimos que a formação acadêmica é fundamental para o músico que quer somar especializações em seu currículo – e consequentemente, mais oportunidades. Mas, como o mercado musical ainda é um pouco informal no país, sabe-se que há por aí muitos músicos que estudaram por conta própria e que estão inseridos no mercado de trabalho – ou seja, são capacitados para a função específica que exercem – sem necessariamente terem um currículo acadêmico.

Essas pessoas podem ser categorizadas como músicos profissionais, segunda a OMB. Para atender a este critério, o músico precisa ter esse campo de atuação como a sua principal fonte de trabalho e de renda. A instituição entende que esse profissional tem experiência na sua categoria musical e conhecimentos na sua área para ser considerado como tal.

Portanto, esse critério é a variável que importa na hora de categorizar um músico, segundo a OMB. Além disso, a legislação do músico esclarece que “pessoas que utilizam todo e qualquer tipo de promoção (placas, cartazes, anúncios, etc.), devem estar legalizadas junto à OMB, devidamente registrado, ou do contrário, poderá ser punido”. Por isso, o o registro profissional é importante!

Já vimos que o músico, para ser categorizado como profissional, precisa ter essa atividade como a principal exercida. Por isso, o sujeito que é estudante, advogado, farmacêutico ou que exerça qualquer outra profissão principal – tendo a música como uma atividade “extra” ou como um “freela” – será categorizado como músico amador.

Feita essa distinção, podemos passar para a segunda categorização de músicos profissionais, segundo a OMB: o músico profissional e músico profissional prático.

Para ser considerado músico profissional pela OMB, o músico precisa fazer um exame de habilitação, prático e teórico, com banca designada pelo conselho regional. Contudo, se a pessoa tem diploma de músico em curso superior ou curso técnico de música, não precisará fazer o exame, sendo necessário apenas fazer o registro. Quando habilitado, o músico poderá exercer a profissão e ainda dar aulas da sua especialidade.

Já o músico profissional prático não está habilitado para dar aulas, mas estará apto para obter o registro profissional. Para isso, ele deve fazer um exame prático de habilitação na sua categoria, com banca de especialistas. Mas não é exigido o conhecimento teórico para a aprovação.

Aqui, valem duas observações:

  1. O músico prático tem os mesmos direitos que um músico profissional, apenas não poderá lecionar ou votar em assembleias da Ordem.
  2. Se você não possui a intenção de seguir carreira, de exercer a profissão de músico na maior parte do seu tempo ou se não está cadastrado como tal, pode ser considerado um músico amador – por mais que a OMB considere o termo “músico” exclusivo daqueles que atuam profissionalmente e são cadastrados na ordem.

Para obter o seu registro de músico profissional pela OMB, acesse o link da pré-inscrição no site oficial da instituição.

LEIA MAIS:

Profissão: Músico – A geração de artistas que cuidam de todo o processo de criação musical

Leia também

Ver mais posts

Cifra Club Pro

Aproveite o Cifra Club com benefícios exclusivos e sem anúncios
Cifra Club Pro
Aproveite o Cifra Club com benefícios exclusivos e sem anúncios
OK