Cifra Club

11 técnicas de violão e guitarra que você precisa dominar

Você é iniciante nas seis cordas, mas sente que toca sempre do mesmo jeito? Se essa essa sensação te assombra, saiba que chegou a hora de desenvolver técnicas de violão e guitarra. A boa notícia, no entanto, é que essa questão é algo que pode ser superado com treino, dedicação e boa vontade.

Músicos estudando técnicas de violão e guitarra
O estudo da técnica é uma das bases para aumentar o bom desempenho no violão e na guitarra (Foto/Pexels)

Este artigo te ajudará a temperar e azeitar mais o teu som. Se bem estudadas, estas dez técnicas de violão e guitarra irão ajudá-lo a colocar toda sua personalidade na execução do instrumento. Além disso, você vai poder tocar de forma bem mais parecida à de seus artistas preferidos.

Vamos lá?

Mas o que são técnicas de violão e guitarra?

As técnicas são maneiras de realizar uma ação ou um conjunto delas. No caso do violão e da guitarra, elas irão ampliar seu leque de opções para se expressar usando o instrumento. Dito isso, afine seu instrumento e se prepare, pois, o Blog do Cifra Club vai te mostrar algumas das técnicas de violão mais usadas. Vamos lá!

1 – Hammer on

No hammer on, você produz o som de ao menos duas notas com apenas um toque da mão direita. Ou seja, quem vai variar a nota é somente a mão esquerda.

Para isso, você irá tocar a primeira nota e, com outro dedo da mão esquerda, vai tocar a próxima nota, mais aguda. Você deverá fazer isso sem tirar o primeiro dedo do lugar. Enquanto isso, a mão direita toca apenas uma vez.

Parece complicado? O vídeo abaixo vai lhe ajudar. Nele, o nosso professor Vinícius Dias usa uma guitarra, mas muitas técnicas aplicadas nela também servem para o violão.

2 – Pull off

Aqui acontece o contrário, no sentido de que tocamos primeiro a nota mais aguda e, em seguida, a nota mais grave. Para isso, na mão esquerda, já deixamos o dedo preparado sobre a nota mais grave.  

Em seguida, tocamos a nota mais aguda e tiramos o dedo que está sobre ela. Mas, nesse momento, é importante puxar a corda um pouco para baixo com esse dedo. Veja no vídeo com o professor Vinícius:

3 – Percussão com o polegar

Já essa técnica é bem característica do violão e muito usada no fingerstyle, por exemplo. Ao mesmo tempo em que você deixa algumas cordas soarem, outras recebem um “tapa” do polegar, gerando um som percussivo. É um pouco complicado, mas depois que você pega o jeito, a técnica é libertadora! Com ela, muitas músicas que você toca ficarão bem mais ricas ritmicamente.

Veja no vídeo abaixo a videoaula da canção Stop this Train, do John Mayer, com nosso mestre Gustavo Fofão. A levada nos dá um exemplo do uso da percussão com o polegar:

4 – Slide

Uma das técnicas de violão e guitarra mais comuns, o slide está presente em muitas músicas, especialmente em riffs e solos.

Para fazê-la, você deve deslizar o dedo de uma nota para outra, passando pelas notas que estão entre elas, quando houverem. Durante sua execução, a mão direita toca na corda uma única vez. Veja no vídeo:

5 – Abafamento com a mão esquerda

Eis outra técnica bastante usada pelos violonistas. Ela aparece quando tocamos ritmos como samba, bossa nova e reggae, por exemplo.

Ela consiste em desapertar levemente as cordas com a mão esquerda por um curto período de tempo, durante a execução de um acorde. Nesse momento, as notas dão lugar a um som percussivo. A música abaixo utiliza bastante essa técnica. Veja aos cinco minutos e 15 segundo do vídeo, por exemplo:

6 – Técnica de fingerstyle

O fingerstyle é um estilo em que fazemos a harmonia, o ritmo e a melodia da música ao mesmo tempo. Para isso, você poderá utilizar não só as técnicas já citadas, mas também outras bem típicas do estilo.

Uma delas é a que permite que você toque a melodia enquanto faz um som percussivo com o punho batendo no tampo do violão. Veja nesse exemplo, em que o nosso professor Leo Eymard mostra como aplicar fingerstyle em vários estilos de músicas diferentes.

Sensacional essa técnica, não é mesmo? E se você curte esse jeito tão diferenciado de tocar, fica a dica de um e-book gratuito sobre como criar arranjos em fingerstyle!

7 – Palm Mute

A Palm Mute é uma técnica comum à guitarra e ao violão. O resultado também é o abafamento das cordas mas, desta vez, ele é feito com a mão direita. No caso, as notas soam, porém com uma intensidade menor.

Você escuta a Palm Mute, por exemplo, nas introduções de Lucky, de Jason Mraz, Rolling in the Deep, da Adele; e Taylor, do Jack Johnson. Com a guitarra, nosso mestre Vinícius Dias explica o recurso em detalhes:

8 – Bend

No bend, você transita entre duas notas diferentes com o dedo da mão esquerda na mesma casa. Para isso, você irá “empurrar” a corda com esse dedo, para cima ou para baixo, até alcançar a nota desejada. Confira no vídeo:

9 – Vibrato

Aqui a ideia é fazer com que a frequência sonora oscile para cima e para baixo, em torno da nota principal. É o mesmo vibrato que fazemos na guitarra ou mesmo na voz cantada.

No violão, o vibrato aparece ao movimentarmos um dedo da mão esquerda para baixo e para cima, alternadamente, ou para os lados. Ao mesmo tempo, a mão direita toca a corda correspondente. Veja:

10 – Harmônicos naturais

Nessa técnica, encostamos um dedo da mão esquerda levemente sobre a corda enquanto o movimento da mão direita produz o som.

Mas o harmônico natural não pode ser feito em qualquer parte do braço do violão. O melhor lugar para fazê-lo é no traste à direita da casa 12. No entanto, também conseguimos ouví-lo encostando o dedo nos trastes à direita das casas cinco e sete. Mas não é tão complicado quanto parece. Veja no vídeo:

11 – Harmônicos artificiais

Essa opção é mais difícil de executar, mas com ela você consegue fazer harmônicos de qualquer nota. A mão esquerda pressiona a nota pretendida normalmente, mas a mão direita fica encarregada de fazer dois movimentos simultâneos. O indicador encosta na corda levemente e o dedo médio produz o movimento. Acompanhe no vídeo abaixo:

Vem estudar música Cifra Club Academy!

E se você chegou até aqui, certamente conseguiu desenvolver um pouco mais de familiaridade com técnicas de violão e guitarra. Mas e se eu te contar que tem como aprender tudo isso e vários outros fundamentos essenciais para a formação musical?

Se deseja dar esse start em seu aprendizado, a hora é agora! Aproveite a Black Firday do Cifra Club e garanta descontos especiais em todos os cursos do Cifra Club Academy. Você vai aprender a tocar com material de qualidade, no conforto de sua casa e por um preço que cabe em seu bolso. Vamos nessa?

Leia também

Ver mais posts

Cifra Club Pro

Aproveite o Cifra Club com benefícios exclusivos e sem anúncios
Cifra Club Pro
Aproveite o Cifra Club com benefícios exclusivos e sem anúncios
OK