Cifra Club

Aprenda

Quisiera Ser

Camilo

Ainda não temos a cifra desta música.

Quisiera ser el dueño
Del pacto de tu boca
Quisiera ser el verbo al que no invitas
A la fiesta de tu voz

Te has preguntado alguna vez, di la verdad
Si siente el viento debajo de tu ropa
Cuando te bañas en el mar desnuda
Y te acaricia el cuerpo en la fiesta de tu piel

Se sentirá la sal, las olas, sentirá la arena
Me da pena

Quisiera ser el aire que escapa de tu risa
Quisiera ser la sal para escocerte en tus heridas
Quisiera ser la sangre que envuelves con tu vida
Quisiera ser el sueño que jamás compartirías
Y el jardín de tu alegría en la fiesta de tu piel

Quisiera ser el aire que escapa de tu risa
Quisiera ser la sal para escocerte en tus heridas
Quisiera ser la sangre que envuelves con tu vida
Si quieres ser el aire, yo te invito, niña, a mi camisa
Mi camisa de tu alegría (y la fiesta de tu piel)

No, no, no

Queria ser o dono, do´pato de sua boca
Queria ser o verbo que invocas
A festa de sua voz
Você se perguntou alguma vez
De verdade, se sente o vento debaixo de sua roupa
Quando você se banha nua no mar
E acaricia teu corpo
Na festa de sua pele
Sente o sal, as ondas
Sente a areia, me dá pena

Queria ser o ar que escapa de seu riso
Queria ser o sangue que envolve tua vida
Queria ser o sonho que jamais compartilharia
O jardim de sua alegria, a festa de sua pele
São esses beijos que nem frio nem quente
Mas sim, são de sua boca
Eu os quero também

Queria ser sincero, ser arrojado que te perder
Nesta frase só peço seu perdão
Porque não escrevo nada melhor
Eu não sei

Você me perguntou alguma vez, por perguntar
O que eu quero
Porque motivo o ar que julgaste desenhar o silêncio
Se na verdade eu entendo que nós nos queremos
E a noite como me dói desejar de longe, sentir o sal
As ondas, sentir a areia, me dá pena

Queria ser o ar que escapa de seu riso
Queria ser o sal, para curar tuas feridas
Queria ser o sangue que envolve tua vida
Queria ser o sonho que jamais compartilharia
O jardim de sua alegria, a festa de sua pele
São esses beijos que nem frio nem quente
Mas sim, são de sua boca
Eu os quero também

Composição de Alejandro Sanz
Colaboração e revisão:
  • adriane matos

0 comentários

Ver todos os comentários
00:00 / 00:00
Outros vídeos desta música
Repetir Qualidade Automático
Outros vídeos desta música
00:00 / 00:00
Automático

Cifra Club Pro

Aproveite o Cifra Club com benefícios exclusivos e sem anúncios
Cifra Club Pro
Aproveite o Cifra Club com benefícios exclusivos e sem anúncios
OK