Cifra Club

Aprenda

The Granulating Dark Satanic Mills

Carcass

Os Escuros Moinhos Satânicos Granulados

Ainda não temos a cifra desta música.

From the weeping womb to the tomb
Towering fuming smokestacks loomed
Aloft the emancipated industrial
mercantile maroon

Your heirs will be deprived this fate
A penitentiary as consumer villeins
Never to enter through
the grim rusting factory gates

Six, zero, two, six
Nine, six, one

Torn apart in the soul destroying

Six, zero, two, six
Nine, six, one

The granulating dark satanic mills

Subsisting shackled drudgers & drones
Disassembly line of skin & bone
Collieries not beaches
lie beneath the paving stones

When chattel black turned to white
Rigid binding chains were hidden from sight
The unborn will quench
the thirstful smouldering kiln's fires

Six, zero, two, six
Nine, six, one

Torn apart in the soul destroying

Six, zero, two, six
Nine, six, one

Sweat & no redemption in the dark satanic mills

An existence, subservient, binded you'll see
A working class hero is something to be
An existence, subservient, blinded you'll seed
A working class hero is something to bleed

Chorando do ventre ao túmulo
Altas chaminés fumegantes apareceram
No alto do industrial emancipado
Marrom mercantil

Seus herdeiros serão privados desse destino
Uma penitenciária como vilões do consumo
Nunca entrar através
Dos portões da fábrica enferrujados

Seis, zero, dois, seis
Nove, seis, um

Dilacerado na alma destruindo

Seis, zero, dois, seis
Nove, seis, um

Os escuros moinhos satânicos granulados

Subsistindo acorrentados escravos e zangões
Linha de desmontagem de pele e osso
Carvoarias não praias
Encontram-se sob as pedras do calçamento

Quando alienação negro virou-se para branco
Cadeias de ligação rígidas foram escondidos da vista
O feto vai saciar
Incêndios do forno ardente sedentos

Seis, zero, dois, seis
Nove, seis, um

Dilacerados na alma destruindo

Seis, zero, dois, seis
Nove, seis, um

Suor e sem redenção nos escuros moinhos satânicos granulados

Uma existência, subserviente, cego você verá
Um herói da classe trabalhadora é algo para ser
Uma existência, subserviente, cego você vai semear
Um herói da classe trabalhadora é algo para sangrar

Composição de Bill Steer/Daniel Wilding/Jeff Walker
Colaboração e revisão:
  • Rodrigo
  • Renan Oliveira
  • Joao Henrique

0 comentários

Mostrar mais comentários
00:00 / 00:00
outros vídeos desta música
repetir qualidade Automático
Outros vídeos desta música
00:00 / 00:00
Automático

Cifra Club Pro

Aproveite o Cifra Club com benefícios exclusivos e sem anúncios
7 dias grátis
Cifra Club Pro
Aproveite o Cifra Club com benefícios exclusivos e sem anúncios
7 dias grátis
OK