Enviar cifraEntrar

Deranged

Coheed And Cambria

Desajustados

Ainda não temos a cifra desta música. Contribua!

This city's lost its hope, I repeat, I boast
The strange will walk alone
They scurry with their doubt
The darkness shrouds, the sirens shout
Against the concrete below
Oh, this works all you and me... It's all our being
We'll burn this city down!

Who will be your pretty little enemy?
When I'm gone, your world will prove empty
I promise, you will always remember me
The jokes on you, poisoning
While you clean the streets of misfortune
I pick the innocent from my dirty teeth
We're one and the same... Deranged

We were our worst nightmare's delight
And I promised you
As you always knew
Our world's a paradise

Who will be your pretty little enemy?
When I'm gone, your world will prove empty
I promise, you will always remember me
The jokes on you, poisoning
While you clean the streets of misfortune
I pick the innocent from my dirty teeth
We're one and the same... Deranged

There is no me without you
I will behave, I will be
An afterthought, your make believe
Your darkest day, your friend in need

Who will be your pretty little enemy?
When I'm gone, your world will prove empty
I promise, you will always remember me
The jokes on you, poisoning
While you clean the streets of misfortune
I pick the innocent from my dirty teeth

We're one and the same... Deranged
Haha haha haha haha
We're one and the same... Deranged
Haha haha haha haha

We're one and the same... Deranged

Essa cidade perdeu as esperanças, eu repito, eu me orgulho
O estranho vai andar sozinho
Eles fogem com sua dúvida
A escuridão cobre, as sirenes tocam
Contra o concreto abaixo
Oh, isso funciona em todos nós... é nossa existência
Nós vamos queimar essa cidade!

Quem vai ser seu pequeno inimigo?
Quando eu desaparecer, seu mundo se mostrará vazio
Eu prometo, você sempre lembrará de mim
As piadas sobre você, envenenadas
Enquanto você limpa as ruas da desgraça
Eu escolho os inocentes das minhas presas sujas
Somos únicos e iguais... desajustados

Nós somos o prazer dos nossos piores pesadelos
E eu prometo a você,
Como você sempre conheceu
O paraíso do nosso mundo

Quem vai ser seu pequeno inimigo?
Quando eu desaparecer, seu mundo se mostrará vazio
Eu prometo, você sempre lembrará de mim
As piadas sobre você, envenenadas
Enquanto você limpa as ruas da desgraça
Eu escolho os inocentes das minhas presas sujas
Somos únicos e iguais... desajustados

Não há eu, sem você
Eu me comportarei, eu serei
Uma reflexão tardia, seu faz de conta
Seu dia mais escuro, seu amigo necessitado

Quem vai ser seu pequeno inimigo?
Quando eu desaparecer, seu mundo se mostrará vazio
Eu prometo, você sempre lembrará de mim
As piadas sobre você, envenenadas
Enquanto você limpa as ruas da desgraça
Eu escolho os inocentes das minhas presas sujas
Somos únicos e iguais... desajustados

Somos únicos e iguais... desajustados
Haha haha haha haha
Somos únicos e iguais... desajustados
Haha haha haha haha

Somos únicos e iguais... desajustados

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 6
  • 7
  • 8
  • 9
  • 10
  • 11
  • 12
    Composição: Claudio SanchezColaboração e revisão:
    • Alexandre Kassimatis
    • yuri costa

    0 comentários

      mostrar mais comentários
      00:00 / 00:00
      outros vídeos desta música
      repetirqualidadeautomática
      • automática
      Outro vídeos desta música
        00:00 / 00:00
        automática
        • automática
        fecharplay/pause subir/descer velocidade
        fechar
        OK