Aurora

Darvin

Composição de: Thiago Niemeyer
tom: E
(riff 1)
E |--------------------------------------------------
B |--------------------------------------------------
G |---------------------------4-4-4-4----------------
D |-5-5-5-5-5--7-7-7-7-7-7-7-----------7-5-5-5-5-5-5-
A |--------------------------------------------------
E |--------------------------------------------------

(riff 2)
E |------------7------------7-------------7--10--8--7---------
B |-8---8--10----8---8--10------8---8--10-------------10--8---
G |---7------------7--------------7---------------------------
D |-----------------------------------------------------------
A |-----------------------------------------------------------
E |-----------------------------------------------------------

(B F# G# E)

B     F#               G#     E
Vamos clarear nossas idéias
                B
E unificar as Coréias
 F#                G#              E
Semear flores nos campos de Marte.
                B
Distribuir simpatia
F#               G#       E
E acordar meio dia
                        B
Provar que o mundo está todo errado
F#                  G#   E                  B
E o que o acaso nos dá  destino nenhum vai tirar

(intro) ( B F# G# E )

(B F# G# E)

B     F#            G#
Vamos sair na rua gritando
E                   B
O fim está quase chegando
F#                G#
E só nos resta morrer abraçados.
E                     B
Mesmo que faltem cem anos
F#              G#
Pra uma última guerra
E                  B
Varrer do planeta terra
F#               G#
Todo os pobres humanos
E                  B
Que não conhecem o amor...

(refrão)
(B F# G# E)
Se é tão difícil assim
Ver de onde estou
Se é tão difícil assim
Ver recifes de corais em meio a temporais
E no maior temor a verdadeira paz
As conjunções astrais nos pontos cardeais
E as doses de amor e abraços de rivais pelo dever

(intro) ( B F# G# E )

(B F# G# E)
Se é tão difícil assim
Ver de onde estou
Se é tão difícil assim
Página 1 / 1

Letras e título
Acordes e artista

resetar configurações
OK