Cifra Club

Aprenda

Nailed To The Wheel

Edguy

Letra

Good intentions pave
The way of the human child
Heading for the fork
As you walk the path of life
A spell cast from the hiding woods,
Don't you close your eyes
The snake is waiting anytime
To penetrate your mind
Don't you hear voices whispering,
Incline to walk down

Don't you see the shadow on the wall,
Angel eyes... the one cast out to fall
Calling me to look up
To the sky we follow
But we never know oh why

A vision revealing a child down
Where I've sure never been
An angel who's touching the flame,
Oh the angel is me

Nailed, nailed to the wheel
Nailed, let the cut run deep
Nailed, nailed to the wheel
Nailed, I said go - let bleed!
Go, - let bleed!

Feel it crawl, feel the magic
Coming over like a daze
Welcome as the poison
For the cornered snake
Taste of sin, bitter sweet,
Never, never let us go
But never, never, never
Is a price we'd pay to grow

They call it original sin,
Some call it divine
The moment the evil appeared...
The chance to decide

From children in cradles
To hangmen who smile
Lick up the blood
From the blade of your knife
Walk the stairway, leading down,
Ride on fire, take the crown

Your mind could be strong
But your flesh will be mine
He's offering those kingdoms,
They all could be thine
Rising powers, tempting gold,
But at what price would it be sold?
It's all up to you...

Boas intenções pavimentam
O caminho da criança humana
Em caminho à encruzilhada
Enquando você anda na estrada da vida
Um feitiço lançado das árvores escondidas
Não feche seus olhos
A cobra está esperando um momento
Para penetrar em sua mente
Você não ouve vozes sussurando
Incline-se para andar pra baixo

Você não vê a sombra na parede
Olhos de Anjo... Aquele banido para cair
Me chamando para olhar pra cima
Para o céu que nós seguimos
Mas nunca sabemos por que

Uma visão revelando uma criança abaixo
Onde eu certamente nunca estive
Um anjo tocando a chama
O anjo sou eu

Preso, preso à roda
Preso, deixe o corte se aprofundar
Preso, preso à roda
Eu disse vá - deixe sangrar
Vá, deixe sangrar

Sinta-o rastejar, sinta a magia
Se aproximando como uma ofuscação
Bem vinda como o veneno
Para cobra encurralada
Gosto do pecado, amargo doce,
Nunca, nunca nos deixe ir
Mas nunca, nunca, nunca
É um preço que pagaríamos para crescer

Eles o chamam de pecado original
Alguns o chamam de divino
No momento em que o mal apareceu...
A chance de decidir

De crianças em berços
Aos sorrisos dos carrascos
Lamba o sangue
Da lâmina de sua faca
Ande na escada, que leva pra baixo
Cavalgue no fogo, pegue a coroa

Sua mente pode ser forte
Mas sua carne será minha
Ele está oferecendo aqueles reinos
Eles poderíam ser todos teus
Aumentando poderes, ouro atraente
Mas a que preço ele seria vendido?
Tudo depende de você...

Composição de Jens Ludwig/Tobias Sammet
Colaboração e revisão:
  • Risla Lopes
  • Marcelo Airoldi

0 comentários

Mostrar mais comentários
00:00 / 00:00
outros vídeos desta música
repetir qualidade Automático
Outros vídeos desta música
00:00 / 00:00
Automático

Cifra Club Pro

Aproveite o Cifra Club com benefícios exclusivos e sem anúncios
Cifra Club Pro
Aproveite o Cifra Club com benefícios exclusivos e sem anúncios
OK