Zé Galdino

Em volta do fogo

Composição de: Rogério Nogueira / Dinho
tom: A
(intro) A D A E A D A E

A                               D
 Na zona da mata vivia um valentão
                                        A
 Zé Galdino era seu nome o rei da confusão
                E
 Pistoleiro sem compaixão
A                             D
 Aos 17 cometeu seu primeiro crime
                                   A             E
 Angustiado com o passado que oprimia o seu coração
D                E
 Aquele ali era pura coragem
D                            E
 No peito um crucifixo e uma benção
A                              D
 No alforje além fé muita munição
  A                   E
 Na cintura os "wersons” na cabeça um chapelão montado em um mulão
A                          D
 Aterrorizava por onde passava
                          A                                E
 Até as crianças ele beliscava e nas mossas ele passava a mão
D                              E
 Entrava em uma pra ver o que acontecia
D                                     E
 Ele acabava com tudo em um segundo e desaparecia
A                        E              D             E
 Zé Galdino agora é procurado em todo estado ele é afamado
A                              E                      D                 E
 Diziam que tinha pacto com o diabo mais com seu crucifixo vivia sempre agarrado

(solo) A  E/G#  F#m D

A                                        D
 Belo dia ponte dos arcos um estrondo no ar
                         A                 E
 Era Zé Galdino trocando tiros com a policia
A           D                               A
 O 11ºbatalhão se perguntava como foi tal ação
                      E
 O homem pegava balas com as mãos
D              E
 E muitos não acreditavam
D                       E
 diziam que tinham que ver pra crer
D                  E
 Zé Galdino fazia até bunda lêlê

A                        E              D             E
 Zé Galdino agora é procurado em todo estado ele é afamado
A                              E                       D
 Diziam que tinha pacto com o diabo mais com seu crucifixo vivia sempre agarrado

( A D A E A D A E )
 Atenção atenção !  Procura- se  a cabeça deste cidadão !

 Zé Galdino ataca de novo!

 Nesta ultima sexta feira Zé Galdino roubou todas as galinhas de um galinheiro e deixou apenas o

 pobre coitado do galo com uma placa em seu peito que assim dizia  homem não.

A                        E              D             E
 Zé Galdino agora é procurado em todo estado ele é afamado
A                              E                       D
 Diziam que tinha pacto com o diabo mais com seu crucifixo vivia sempre agarrado
Página 1 / 1

Letras e título
Acordes e artista

resetar configurações
OK