Cifra Club

Cleide

Graveola e o Lixo Polifônico

Ainda não temos a cifra desta música.

Quando penso o nosso amor, sempre peso e vale a pena
Quando peso o nosso amor, sempre penso e vale a pena
Ver nascer em ti, florir em mim
Jasmim sorrir, cultivar, ver, crescer

Quando peso o nosso amor, sempre penso e vale a pena
Quando penso o nosso amor, sempre peso e vale a pena
Carregar, crer que no que virá ao florescer
Tal sabor que as vezes faz doer

Ver fluir mil flores
Dissabores pois assim trocamos
O que lhe resta falta em mim
Por que não regar estes campos?

Quando peso o nosso amor, sempre penso e vale a pena
Quando penso o nosso amor, sempre peso e vale a pena
Carregar, crer que no que virá ao florescer
Tal sabor que as vezes faz doer

Quando penso o nosso amor, sempre peso e vale a pena
Quando peso o nosso amor, sempre penso e vale a pena
Ver nascer em ti, florir em mim
Jasmim sorrir, cultivar, ver, crescer

Ver fluir mil flores
Dissabores pois assim trocamos
O que me resta falta em ti
Só crer pra partilhar, juntos vamos

Composição: Bruno De Oliveira Colaboração e revisão:
  • Isabella Araujo

0 comentários

mostrar mais comentários
00:00 / 00:00
outros vídeos desta música
repetir qualidade Automático
Outros vídeos desta música
00:00 / 00:00
Automático
OK