Onze

Guilherme de Sá

Composição de: Guilherme De Sá / Ricardo Domingues
tom: F
[Intro] Dm  C  Bb  C  
        Dm  C  Bb  C  D5

Dm    C      Bb
Deixe para trás
Dm       C        Bb
Os bons nunca valeram nada
Dm
Na boca de quem não presta

Dm           F
Não sente a mesa
         Bb   
Onde se fala
 A        Dm
Mal de alguém
         F          Bb
Ao levantar-se você vira o assunto
            Dm  C
E o alvo final

Dm      C    Bb
Onze então dirão
                 Dm  C  Bb         C
“Prego que sobressai, martelada leva”
Dm
E se a madeira rachar Coitado do ego

      F                     Bb
Quem fala uma vez não fala duas
A    Dm   F              Bb
Mas quem fala dez, certamente
   A    Dm
Falará onze
    Eb  C  G
Ou mais

            A5         D5   C5  F5  Bb5
Trinta, quarenta, cinquenta

Dm           F
Não sente a mesa
         Bb   
Onde se fala
 A        Dm
Mal de alguém
         F          Bb
Ao levantar-se você vira o assunto
            Dm  F  Bb  A  Dm
E o alvo final
Página 1 / 1

Letras e título
Acordes e artista

resetar configurações
OK