Cifra Club

Aprenda

Vain

Gustavo Bertoni

Vaidoso

Letra

It slip between your fingers, out of grasp
You are vain
To hold yourself so high, you’d never match
Far from sane

I would like to know

I would like to know where you’ve been
To know where I’ll go
And I’ll lay down my arms
If you open up yours

Even when you write an honest song
You are vain
You try and pick only the greatest words
It brings you pain

I would like to know

I would like to know where you’ve been
To know where I’ll go
And I’ll lay down my arms
If you open up yours

If you like what you see
You don’t countenance me
If you’re all in your head
Then I’ll never be near

A crow rests in the tree, swinging by the balcony
It’s staring right at me, I can’t believe
I’m starting to break down
Just another sip, anormally, it offers me
Some liquid, bitter, dark
A starry night surrounding thee
No, it cannot be, my enemy, what I’ve become
Voices in my head, I’m seeing red, it’s made me numb
The fall I am about to face is now the only thing that has any beauty left
In awe with all of this break down

It takes so much to see within ourselves
We are vain
Vain for living life far from our self
We have no names

I would like to know

I would like to know where you’ve been
To know where I’ll go
And I’ll lay down my arms
If you open up yours

If you like what you see
You don’t countenance me
If you’re all in your head
Then I’ll never be near

Isso escorrega entre seus dedos, fora de alcance
Você é vaidoso
Para se manter tão alto, você nunca combinaria
Longe da sanidade

Eu gostaria de saber

Eu gostaria de saber onde você esteve
Para saber para onde eu vou
E eu vou abaixar meus braços
Se você abrir os seus

Mesmo quando você escreve uma música honesta
Você é vaidoso
Você tenta escolher apenas as melhores palavras
Isso te traz dor

Eu gostaria de saber

Eu gostaria de saber onde você esteve
Para saber para onde eu vou
E eu vou abaixar meus braços
Se você abrir os seus

Se você gosta do que vê
Você não me tolera
Se você está fechada em sua cabeça
Então eu nunca estarei por perto

Um corvo descansa na árvore, balançando ao lado da sacada
Ele está olhando diretamente para mim, não posso acreditar
Estou começando a falhar
Apenas outro gole, anormalmente, ele me oferece
Uma escuridão líquida, amarga
Uma noite estrelada ao seu redor
Não, não pode ser, meu inimigo, o que eu me tornei?
Vozes na minha cabeça, eu estou furioso, isso me atordoa
A queda que estou prestes a enfrentar agora é a única coisa que ainda tem alguma beleza
Admirando todo esse colapso

É preciso muito para ver dentro de nós mesmos
Nós somos vaidosos
Vaidosos por viver a vida longe de nós mesmos
Nós não temos nomes

Eu gostaria de saber

Eu gostaria de saber onde você esteve
Para saber para onde eu vou
E eu vou abaixar meus braços
Se você abrir os seus

Se você gosta do que vê
Você não me tolera
Se você está fechada em sua cabeça
Então eu nunca estarei por perto

Composição de Gustavo Bertoni
Colaboração e revisão:
  • Denner Gabriel
  • Luan Phelippe

0 comentários

Ver todos os comentários
00:00 / 00:00
Outros vídeos desta música
Repetir Qualidade Automático
Outros vídeos desta música
00:00 / 00:00
Automático

Cifra Club Pro

Aproveite o Cifra Club com benefícios exclusivos e sem anúncios
Cifra Club Pro
Aproveite o Cifra Club com benefícios exclusivos e sem anúncios
OK