Tal do Amor (8 e 80)

Jay Vaquer

Composição de: Jay Vaquer
tom: A
A            E/G#            F#m           D
Às vezes me sinto a peça faltando em você
A            E/G#            F#m           D
Às vezes me sinto à beça, você nem merece ter

Bm                                      A/C#       
Às vezes me sinto um castigo,uma praga, sua maldição
F#m                                              E
Às vezes me sinto um abrigo,uma graça, sua salvação

       D                           A/C#
Mas se me desmantelo ao acaso
                  F#m                          G
Logo me refaço ao sabor do vento que sopra a favor
       D                      C#7(4)      C#7   F#m
8 e 80 por ruas estreitas do pensamento
               G        D
De todo bom jogador

A            E/G#            F#m       D
Às vezes me sinto um ódio sobrando em você
A            E/G#            F#m           D
Às vezes me sinto um país que você nunca vai conhecer

Bm                             A/C#       
Às vezes me sinto arriado nos quatro pneus
F#m                                    E
Às vezes me sinto nomeado interino de Deus

       D                           A/C#
Mas se me desmantelo ao acaso
                  F#m                          G
Logo me refaço ao sabor do vento que sopra a favor
       D                      C#7(4)      C#7   F#m
8 e 80 por ruas estreitas do pensamento
               G        D
De todo bom jogador

              Bm                A/C#    
E se a gente perder, que seja derrota suada, sofrida, roubada...
       F#m                            G
De mão beijada nem a pau!
              Bm                A/C#
E se a gente ganhar, que seja vitória disputada, merecida, conquistada...
F#m         G      D                  D/F#            A
Vou pro pau! Apostar na parte bacana do tal do amor, do tal do amor
Página 1 / 1

Letras e título
Acordes e artista

resetar configurações
OK