Enviar cifraEntrar

Angels And Sailors

Jim Morrison

Anjos e Marinheiros

Ainda não temos a cifra desta música. Contribua!

Angels and sailors
Rich girls
Backyard fences
Tents

Dreams watching each other narrowly
Soft luxuriant cars
Girls in garages, stripped
Out to get liquor and clothes
Half gallons of wine and six-packs of beer
Jumped, humped, born to suffer
Made to undress in the wilderness.

I will never treat you mean
Never start no kind of scene
I'll tell you every place and person that I've been.

Always a playground instructor, never a killer
Always a bridesmaid on the verge of fame or over
He manouvered two girls into his hotel room
One a friend, the other, the young one, a newer stranger
Vaguely mexican or puerto rican
Poor boys thighs and buttock scarred by a father's belt
She's trying to rie
Story of her boyfriend, of teenage stoned death games
Handsome lad, dead in a car
Confusion
No connections
Come 'ere
I love you
Peace on earth
Will you die for me?
Eat me
This way
The end

I'll always be true
Never go out, sneaking out on you, babe
If you'll only show me far arden again.

I'm surprised you could get it up
He whips her lightly, sardonically, with belt
Haven't I been through enough? She asks
Now dressed and leaving
The spanish girl begins to bleed
She says her period
It's catholic heaven
I have an ancient indian crucifix around my neck
My chest is hard and brown
Lying on stained, wretched sheets with a bleeding virgin
We could plan a murder
Or start a religion.

Anjos e marinheiros
Garotas ricas
Quintais cercados
Barracas

Sonhos assistindo uns aos outros
Luxuosos carros exuberantes
Garotas nas garagens, despidas
Para conseguirem bebida e roupas
Galões de vinho pela metade e seis caixas de cerveja
Pulei, desajeitado, nasci para sofrer
Feito pra me despir no deserto

Eu nunca tratarei você mal
Nunca iniciarei nenhum tipo de cena
Vou te contar todos os lugares e pessoas que eu conheci

Sempre um mestre em diversão, nunca um assassino
Sempre a dama de honra à beira da fama ou da queda
Ele levou duas garotas ao seu quarto de hotel
Uma amiga, a outra, a mais jovem, a mais nova estranha
Vagamente mexicana ou porto-riquenha
Pobres garotos, coxas e nádegas marcadas pelo cinto do pai
Ela está tentando dirigir
História do namorado, adolescentes chapados jogando com a morte
Belo rapaz, morto num carro
Confusão
Sem conexões
Vem aqui
Eu amo você
Paz na terra
Você morreria por mim?
Me coma
Desse jeito
Até o fim

Eu sempre serei verdadeiro
Nunca vou embora me desviando de você, baby
Se você apenas me mostrar além do jardim novamente

Me surpreendo por ainda continuar
Ele a açoita levemente, sarcasticamente, com o cinto
Não teria sido o suficiente? Ela pergunta
Agora vestida e saindo
A garota espanhola começa a sangrar
Ela diz ser seu período
É o paraíso católico
Eu tenho um antigo crucifixo indiano em volta do meu pescoço
Meu peito é forte e pardo
Deitado sobre folhas manchadas, desprezíveis ​​com uma virgem sangrando
Nós poderíamos planejar um assassinato
Ou começar uma religião.

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 6
  • 7
  • 8
  • 9
  • 10
  • 11
  • 12
    Composição: Jim MorrisonColaboração e revisão:
    • Gabriela Landim

    0 comentários

      mostrar mais comentários
      00:00 / 00:00
      outros vídeos desta música
      repetirqualidadeautomática
      • automática
      Outro vídeos desta música
        00:00 / 00:00
        automática
        • automática
        fecharplay/pause subir/descer velocidade
        fechar
        OK