Cifra Club

Aprenda

Pobre Normal

La Lupita

Pobre Normal

Ainda não temos a cifra desta música.

Me corto las venas a pellizcos por ti
Ven y bebe de mi sangre
Bebo los venenos del recuerdo sin ti
Necesito que me salves
Cuando tus demonios me separan de ti
Siento que voy a incendiarme

No digas no, yo se que si
Que tu sin mi eres
Luz sepulcral, pobre normal
Sin bien ni mal, muerto.

Voy entre las lunas que agonizan aquí
En el páncreas de mi almohada
Lloro por la piedras que sollozan por mi
Antes de la madrugada

Me corto las venas a pellizcos por ti
Ven y bebe de mi sangre
Cuando Satanás venga a sacarme de aquí
Conmigo voy a llevarte

No digas no, yo se que si
Que tu sin mi eres
Luz sepulcral, pobre normal
Simple animal muerto

No digas no, yo se que si
Que tu por mi mueres.

Cortei o aperto veias para você
Venha beber do meu sangue
Beba venenos sem se lembrar
Eu preciso para me salvar
Quando seus demônios me separar de você
Eu sinto que incendiarme

Não diga não, eu sei que vou
Sem mim você é
Luz sepulcral, pobre padrão
Nenhum direito ou errado, absolutamente.

Eu ando entre as luas morrendo aqui
No pâncreas de travesseiro
Eu choro para as rochas choreis por mim
Antes do amanhecer

Cortei o aperto veias para você
Venha beber do meu sangue
Quando Satanás vem para me tirar daqui
Vou levar você comigo

Não diga não, eu sei que vou
Sem mim você é
Luz sepulcral, pobre padrão
Animal morto Simples

Não diga não, eu sei que vou
Você morreria por mim.

Composição de Poncho Toledo/Xavier Velasco
Colaboração e revisão:
  • Luciene Oliveira
  • Fabiana Nogueira

0 comentários

Ver todos os comentários
00:00 / 00:00
Outros vídeos desta música
Repetir Qualidade Automático
Outros vídeos desta música
00:00 / 00:00
Automático

Cifra Club Pro

Aproveite o Cifra Club com benefícios exclusivos e sem anúncios
Cifra Club Pro
Aproveite o Cifra Club com benefícios exclusivos e sem anúncios
OK