Cifra Club

Aprenda

Feedback Song For A Dying Friend

Legião Urbana

Canção Resposta a Um Amigo Moribundo

Letra

Soothe the young man's sweating forehead
Touch the naked stem held hidden there
Safe in such dark hayseed wired nest
Then his light brown eyes are quick
Once touch is what he thought was grip

These not his hands those there but mine
And safe, my hands do seek to gain
All knowledge of my master's manly rain
The scented taste that stills my tongue
Is wrong that is set but not undone

His fiery eyes can slash my savage skin
And force all seriousness away
He wades in close waters
Deep sleep alters his senses
I must obey my only rival

He will command our twin revival
The same insane sustain again
(The two of us so close to our own hearts)
I silence and wrote
This awe of coincidence

Alisa a testa suada do rapaz
Toca o talo nu ali escondido
Protegido nesse ninho farpado sombria semente
Então seus olhos castanhos ficam vivos
Antes afagado o que pensou ser dominante.

Essas não são suas mãos e sim as minhas
E seguras; minhas mãos buscam se impor.
Todo conhecimento do jorro viril do meu senhor
O gosto perfumado que retém minha língua
É engano instalado e não desfeito

Seus olhos chispantes podem retalhar minha pele bárbara
E força toda seriedade a partir.
Ele vadeia em águas fechadas
Sono profundo altera seus sentidos
A meu único rival eu devo obedecer

Ele comandará nosso duplo renascer
O mesmo insano sustenta outra vez
(Os dois juntos junto de nossos próprios corações)
Calei e escrevi
Isto em reverência pela coincidência.

Composição de Marcelo Bonfá/Dado Villa-Lobos/Renato Russo
Colaboração e revisão:
  • Elaine Pereira
11 exibições

0 comentários

Ver todos os comentários
00:00 / 00:00
Outros vídeos desta música
Repetir Qualidade Automático
Outros vídeos desta música
00:00 / 00:00
Automático

Cifra Club Pro

Aproveite o Cifra Club com benefícios exclusivos e sem anúncios
Cifra Club Pro
Aproveite o Cifra Club com benefícios exclusivos e sem anúncios
OK