Cifra Club

Aprenda

Voy a Llorar

LU

Vou Chorar

Ainda não temos a cifra desta música.

Esta soledad que me va consumiendo lento
Y que de puntillas llega de la mano de todos mis miedos
Y mientras me escondo en mis sueños...

Siempre hay un momento en que no puedo escapar
Oh! y aunque quiera salir corriendo no. no, no, no
No puedo dejarlos atrás

Tal vez yo nunca he tenido el tiempo de escaparme
A un lugar para pensar, de asimilarlo todo y de correr
El riesgo, de que el agua cae del cielo y sé que también

Llora, llora, voy a llorar porque sé que me hace falta
Y sé también que necesito aceptar que la vida es así
Y aunque afuera no lo digo, todavía no me lo explico,
Sólo estoy combatiendo fantasmas que me hacen débil
Y me abandonan a media batalla herido de dudas.
Y levantarme fácil no es.

Tal vez yo dejé atrás mi vida y un retrato en el cajón
Y veo de frente azul con hadas en el cielo pero son mis
Pasos los que se vuelven más densos. seguiré de frente
Aunque me cueste pero duele.

Llora, llora, voy a llorar porque sé que me hace falta
Y sé también que necesito aceptar que la vida es así
Que me hace falta un vuelve a casa, de ver brazos
Abiertos que me abracen fuerte y sólo me hagan sentir
Que estoy bien.

Porque en silencio en mis almohadas lo único que escucho
Es aire que ríe, me toca por lástima al ver que creo que no
Me pasa nada, que mis suspiros van, los gritos que piden
Auxilio de amor.
Y si es mi destino lo enfrentaré aunque duela pero lucharé
Por no estár así por siempre.

Vida aquí me tienes y haz conmigo lo que quieras...
Yo te pido sentir una vez que alguien piense en mi,
Que alguien se preocupe, que alguien vea en mi una meta
Sólo estoy combatiendo fantasmas que me hacen débil
Y me abandonan a media batalla herido de dudas...

Levantarme fácil no es...

Esta solidão que vai me consumindo lentamente
E que nas pontas dos pés chegam de mãos dadas com meus medo
E enquanto me escondo em meus sonhos...

Sempre há um momento em que não posso escapar
Oh, e ainda que queira sair correndo não.
Não posso deixa-los para trás

Talvez eu nunca tive tempo de escapar
A um lugar para pensar, de assimilar tudo
E de correr o risco de que a água caia do céu e sei que também

Chora, chora, vou chorar porque sei que você me faz falta
E sei também que preciso aceitar que a vida é assim
E mesmo que não o diga, ainda que não me explique
Só estou combatendo fantasmas que me deixam fraca
E me abandonam em meio à batalha, ferido de dúvidas
E me levantar não é fácil

Talvez eu deixei para trás minha vida e um retrato na gaveta
E vejo frente azul com fadas no céu mas são meus
Passos os que voltam mais densos
Seguirei de frente ainda que me custe, mas dói.

Chora, chora, vou chorar porque sei que você me faz falta
E sei também que preciso aceitar que a vida é assim
Que me faz falta voltar a casa, de ver braços abertos
Que me abracem forte e só me façam sentir
que estou bem

Porque em silêncio nas minhas almofadas o único que escuto
É o ar que ri, me dá pena ver que acredito que não
me acontece nada, que meus suspiros vão, os gritos que pedem
auxílio de amor.
E se é meu destino, o enfrentarei, ainda que doa mas lutarei
Para não ficar assim pra sempre.

A vida aqui me tem e faz comigo o que quiser
Eu te peço sentir uma vez que alguém pense em mim,
Que alguém se preocupe, que alguém veja em mim uma meta
Só estou combatendo fantasmas que me deixam fraca
E me abandonam em meio à batalha, ferido de dúvidas...

Não é fácil me levantar...

Composição de Mario Sandoval
Colaboração e revisão:
  • Romario Andrade
  • Luciana Meira

0 comentários

Mostrar mais comentários
00:00 / 00:00
outros vídeos desta música
repetir qualidade Automático
Outros vídeos desta música
00:00 / 00:00
Automático

Cifra Club Pro

Aproveite o Cifra Club com benefícios exclusivos e sem anúncios
Cifra Club Pro
Aproveite o Cifra Club com benefícios exclusivos e sem anúncios
OK