Na Batida

Manitu

Composição de: Alexandre Maia
tom: B
Intro: (E F# G#m) x2 

E                        F#             G#m
   Hoje a lua apareceu em forma de virgula, 
E                              F#          G#m
   Só pra provar que idéias não terão ponto final. 
E                    F#         G#m
   Ouvindo cores e aguçando a visão! 
E                   F#            G#m
   E ai de quem vier e tentar desfocar! 
 
Refrão: 
 
C#m                                               F#       G#m
  Simplesmente irresistível a vontade de sair e vadiar. Brother! 
C#m                      F#           G#m
   Filosofia, por quê? Fala minha voz. Brother! 
C#m                                  F#       G#m
   Será que um dia alcanço a tal peregrinação?  É!... 
E          F#           G#m
   Sabe andar e não olhar pra trás! 
E            G#m         F# (E F# G#m) x2
   Às vezes me faz tão bem! 
 
E                                  F#          G#m
   Foi através de um sinal que tudo então acelerou. 
E                                      F#          G#m
   Nas cores de um velho mundo que se borrou pra encontrar. 
E                        F#           G#m
   Mas foi ali que as crenças acordaram então! 
E                      F#         G#m
   Mas foi ali que a babilônia desarmou! 
 
Refrão: 
 
C#m                                               F#       G#m
  Simplesmente irresistível a vontade de sair e vadiar. Brother! 
C#m                      F#           G#m
   Filosofia, por quê? Fala minha voz. Brother! 
C#m                                  F#       G#m
   Será que um dia alcanço a tal peregrinação?  É!... 
E          F#           G#m
   Sabe andar e não olhar pra trás! 
E            G#m         F# (E F# G#m) x2
   Às vezes me faz tão bem! 
 
(pausa) 
 
(E F# G#m) x4 

?To tranqüilo... não entendo nada! Mas... 
Parece que existe alguma forma! Alguma coisa! 
Uma inteligência acima... 
Tudo fica claro!? 
 
Refrão: 
 
C#m                                               F#       G#m
  Simplesmente irresistível a vontade de sair e vadiar. Brother! 
C#m                      F#           G#m
   Filosofia, por quê? Fala minha voz. Brother! 
C#m                                  F#       G#m
   Será que um dia alcanço a tal peregrinação?  É!... 
E          F#           G#m
   Sabe andar e não olhar pra trás! 
E            G#m         F# (E F# G#m) x6
   Às vezes me faz tão bem!
Página 1 / 1

Letras e título
Acordes e artista

resetar configurações
OK