Mal Agradecida

Mano Lima

Composição de: Mano LIma
tom: C
(intro) C G7

(dedilhado)

   C                                         G7
Quando eu te trouxe do povo, acreditei de primeira
                                        C
Que nós ia se dar bem e tu não era interesseira.
                                               G7
Eu te avisei que o meu rancho, era de leiva e capim,
                                               C
E disse que era agregado, que domava e era tropeiro
C7                   F                        C
E, que eu tinha no tereiro: angola, pato e galinha
                G7                         C
Uma porca dar cria, uma oveia e dez carneiro.

( C G7 )

   C                                            G7
Quando eu te trouxe do povo, por deus que eu acreditava
                                          C
Que tu seria uma piava rondando na minha ceva,
                                     G7
E seria a mamangava zunindo no meu esteio.
                                        C
E a melancia madura pra mim comer só o vermeio.
C7                   F                      C
Mas foi tormenta de verão e me rebentou no meio
                    G7                          C
Remexeu nos meus guardados e espedaçou meu coração

(refrão)
C7                 F                           C
Moça que nasce no povo, só nasceu pra ser povoeira
                      G7                      C
Não se acostuma aqui fora com madrugada e mangueira
C7                  F                        C
Só levanta a meia tarde, dorme, dorme até abichá,
               G7
Esquenta um leite de saco com um café enlatado
E arrecém vai trabalhá.

(intro)
                   C                    G7
Se tu queria ir embora, era só me noticiá,
                                            C
Não precisava quebrar tudo o que eu tinha comprado:
                                      G7
Um elefante aloucado que tinha no pichichê,
                                             C
Tu quebrou e botou fora - serviço bem sem patrão -
C7                        F                        C
E, as fitas que eu mais gostava, do gildo e do teixeirinha,
                   G7                          C
Tu quebrou bem quebradinha e pôs no fogo do fogão.
C7                       F                         C
Se é o meu adeus que te pende, então que te vajas bien
                      G7                          C
O bom deus que te acompanhe e o vento que te carregue,
C7                    F                          C
Pega tudo os teus tarecos e vai te arrancando daqui,
                   G7                         C
Te tapa de bem- te-vi, antes que a foia te pegue.

(refrão)
Página 1 / 1

Letras e título
Acordes e artista

resetar configurações
OK