Cifra Club

Aprenda

Fama de Bagunceiro

Porca Véia

Letra

Sou índio guapo e trabalho a semana inteira
Na ganjibeira sempre trago oque gastar

Sábado a tarde não trabalho e me preparo
Saio num faro de um fandango pra dançar (2x)

(refrão)
Eu danço mesmo e mando pata pra valer,
Me intrevero e do lhe grito e danço até amanhecer.
Comigo não tem "gregorio" pra depois dizer "gregre"
China maleva e mesquinha comigo não tem querer.

Estrada a fora escuto,ronco de gaita
E este taipa chega fica se arripiando,

Escramuço o pingo e do lhe tiro na chegada
A indiada ja sabe que é sou eu que to chegando (2x)

(refrão)

Olho pro um canto tem uma china me "espiando",
Vou convidar a desgarrada pra dançar,

Balanço a crina me dizendo que não ia,
Senti que a folia ja tava pra começar (2x)
(refrão)

Se deixei lembrança nas crinas dessa crinuda
Mas a beiçuda ainda me faz perder a varzea

Ganha carão pra min é um baita desaforo e
Desaforo eu nunca levo pra casa (2x)
(refrão)

Ea pão e corda acabo com o fandango
Batendo mango eu saio do intrevero

Monto cavalo e dou lhe boca estrada fora
E vou embora com fama de bagunceiro (2x)

(refrão)

Composição de Otavio Darcia
Colaboração e revisão:
  • Mauricio Santos

0 comentários

Mostrar mais comentários
00:00 / 00:00
outros vídeos desta música
repetir qualidade Automático
Outros vídeos desta música
00:00 / 00:00
Automático

Cifra Club Pro

Aproveite o Cifra Club com benefícios exclusivos e sem anúncios
7 dias grátis
Cifra Club Pro
Aproveite o Cifra Club com benefícios exclusivos e sem anúncios
7 dias grátis
OK