Notificações Amigos pendentes

      Raul Seixas

      Banquete de Lixo

      77.809 exibições
      Tom: E
      Intro: A  E  B  A  B  E
      
      E
      Às 3 horas da manhã na cidade tão estranha
                                                    B
      Um palhaço teve a manha de um banquete apresentar
                        A                           B                   E
      E era um latão de lixo transbordando em Nova Iorque catchup e caviar
      
      E eu dormindo embriagado, um par de coxas do meu lado
                                       A
      E eu sem saber se devia ou não tocar
                   E                              B
      Se era estrangeira, mãe, esposa ou outra besteira
                              A    E
      Que eu inventei de aprontar
      
      Refrão:
        A                E
      O hoje é apenas um furo no futuro
          B              A          E
      Por onde o passado começa a jorrar
           A                 E
      E eu aqui isolado onde nada é perdoado
           B                  A           B             E
      Vi o fim chamando o princípio pra poderem se encontrar
      
      E
      Fui levado na marra, pois enfermeiro quando agarra
                            B
      É que nem ordem de prisão
                          A                  B                        E
      A ambulância me esperava, e aí o que rolava, internamento e injeção
      
      E lá em Serra Pelada, ouro no meio do nada
                                               A
      Dor de barriga desgraçada resolveu me atacar
                        E                           B
      O show estava começando e eu no escuro me apertando
                           A   E
      E autografando sem parar
      
      Refrão:
      E
      Muitas mulheres eu amei e com tantas me casei
                                               B
      Mas agora é Raul Seixas que Raul vai encarar
                              A                           B
      Nem todo bem que conquistei, nem todo mal que eu causei
                                      E
      Me dão direito de poder lhe ensinar
      
      Meu amigo Marceleza já me disse com certeza
                         A
      Não sou nenhuma ficção
                            E                      B
      E é assim torto de verdade com amor e com maldade
                            A    E
      Um abraço e até outra vez
      
      (Refrão)
        Composição: Raul Seixas e Marcelo NovaColaboração e revisão:
        • Lúcio
        • Luciano
        • nino(Pederneiras)

        Comentários 3

        140 .
        • José José: Em 15/03/2016 22:44

          A primeira estrofe não encaixa o ritmo. Q m... é essa?

        • maideniron maideniron: Em 06/04/2014 00:11

          Faz no ritmo da bateria q da certo.

        • orlandodm orlandodm: Em 28/05/2013 18:59

          LoL Não encacho nenhuma ritmo mann socorro kk' alguem fala o ritmo de outra musica que de certo PF ...

        140 cancelar

        conseguiu tocar?

        covers

        Grave um vídeo tocando Banquete de Lixo e mande pra gente!

        Ex.: http://www.youtube.com/watch?v=0IvSvIwGdwk
        ver covers de outras músicas »
        0:00 / 0:00

        Capítulos

          1 versão de violão dificuldade exibições contribuição e correção
          1 versão de guitarra dificuldade exibições contribuição e correção
          1 versão de cavaco dificuldade exibições contribuição e correção
          1 versão de teclado dificuldade exibições contribuição e correção
          play/pausefechar subir/descer velocidade
          6ª corda E5ª corda A4ª corda D3ª corda G2ª corda B1ª corda E
            acordes
            publicidade
            fechar
            ok