Cifra Club

Braille

Regina Spektor

Braile

Ainda não temos a cifra desta música. Contribua!

She was lying on the floor and counting stretch marks
She hadn't been a virgin and he hadn't been a god
So she named the baby Elvis
To make up for the royalty he lacked

And from then on it was turpentine and patches
From then on it was cold Campbell's from the can
And, they were just two jerks playing with matches
Cause that's all they knew how to play

And it was raining cats and dogs out side of her window
And she knew they were destined to become sacred road kill on the way
And she was listening to the sound of heavens shaking
Thinking about puddles, puddles and mistakes

Cause it's been turpentine and patches
It's been cold, cold Campbell's from the can
And they were just two jerks playing with matches
Cause that's all they knew how to play

Elvis never could carry a tune
She thought about this irony as she stared back at the moon
She was tracing her years with her fingers on her skin
Saying why don't I begin again
With turpentine and patches
With cold, cold Campbell's from the can
After all I'm still a jerk playing with matches
It's just that he's not around to play along
I'm still an ass hole playing with candles
Blowing out wishes blowing out dreams
Just sitting here and trying to decipher
What's written in Braille upon my skin...

Ela estava deitada no chão e contando estrias
Ela não tinha sido uma virgem e ele não tinha sido um deus
Então ela deu ao bebê o nome Elvis
Para compensar a realeza que lhe faltava

E daí pra frente eram solvente e adesivos
E daí pra frente era sopa fria da lata
E eles eram só dois bobos brincando com fósforos
Porque isso era tudo que eles sabiam como brincar

E estavam chovendo gatos e cães* do lado de fora da janela
E ela sabia que eles estavam destinados a serem atropelados na estrada no caminho
E ela estava ouvindo o som do céu sacudindo
Pensando sobre poças, poças e erros

Porque têm sido solvente e adesivos
E daí pra frente era sopa fria, fria da lata
E eles eram só dois bobos brincando com fósforos
Porque isso era tudo que eles sabiam como brincar

Elvis nunca conseguiu ser afinado
Ela pensou sobre esta ironia enquanto voltava a observar a lua
Ela estava traçando os anos com seus dedos na pele
Dizendo "por que não começo de novo?"
Com solvente e adesivos
Com sopa fria, fria da lata
Depois de tudo ainda sou uma boba brincando com fósforos
É só que ele não está por perto para brincar
Ainda sou uma idiota brincando com velas
Soprando desejos, soprando sonhos
Apenas sentada aqui e tentando decifrar
O que está escrito em braile sobre minha pele

Colaboração e revisão:
  • Adelmo Martins
  • c. b.

0 comentários

    mostrar mais comentários
    00:00 / 00:00
    outros vídeos desta música
    repetirqualidadeautomática
    Outro vídeos desta música
      00:00 / 00:00
      automática
      OK