Cifra Club

Aprenda

Gente Que Vem de Lisboa

Tavinho Moura

Ainda não temos a cifra desta música.

Soldado que marcha junto
Soldado que marcha junto
Põe o sentido num porto chegar
Põe o sentido num porto chegar
Põe o sentido num porto chegar

No nevoeiro, na ventania, navegar
Tempestade enfrentar
Parece um brinquedo
O navio no mar

Ô, marinheiro, eu quero porto
Quero cais
Quero a terra avistar
A gente só escuta o lamento da gente que vem de lisboa
Gente que vem pelo mar

Gente que vem de lisboa
Gente que vem pelo mar

Laço de fita amarela
Na ponta da vela
No meio do mar

Que terra boa
Que sol bentido
Quanta luz
Vai chamar-se brasil
São rios e são matas
Manhãs de abril

Ô, marinheiro, que maravilha de lugar
Por aqui vão crescer os frutos
Os amores e filhos da gente que vem de lisboa
Gente que vem pelo mar

Gente que vem de lisboa
Gente que vem pelo mar

Laço de fita amarela
Na ponta da vela
No meio do mar

Ô, meu mestre e contramestre, por aqui nada mudou
Há três dias que o navio não sai do mesmo lugar
Ô, meu mestre e contramestre, como posso navegar?
Se nós não temos rota, nem agulha de marear
Ô, meu mestre e contramestre, como posso navegar?

Composição de Fernando Brant/Tavinho Moura
Colaboração e revisão:
  • Lourenço Hamdan

0 comentários

Ver todos os comentários
00:00 / 00:00
Outros vídeos desta música
Repetir Qualidade Automático
Outros vídeos desta música
00:00 / 00:00
Automático

Cifra Club Pro

Aproveite o Cifra Club com benefícios exclusivos e sem anúncios
Cifra Club Pro
Aproveite o Cifra Club com benefícios exclusivos e sem anúncios
OK