Moça Caminhoneira

Carlos César e Cristiano

Sem foto do Carlos César e Cristiano
Tom: G
		
Intro: G D7  G

G                              C                     D7
Chovia muito e eu voltava de viagem
                 C             D7               G
Meu caminhão no atoleiro encalhou
                                                               D7
Quando um outro caminhão cortando o barro
                 C                    D7               G
Veio roncando e do meu lado emparelhou
                                  C              D7
Era uma moça que estava no volante
                      C            D7             G
Olhou pra mim e sorridente me falou:
                           C           D7               G
"calma, que eu vou tirar você desse pedaço!"
                              C7                                G
E com um cabo de aço... Meu caminhão rebocou!


G                 D7             G
Caminhoneira da madrugada
                  D7                       G
Dona da noite, moça da estrada
                D7                  G
Caminhoneira da madrugada
                    D7                   G
Dona da noite, moça da estrada


G                            C                D7
Por todo lado voou lama nessa hora
                    C               D7             G
Falou sorrindo quando fora me deixou:
                                                         D7
"vou te esperar naquele posto logo adiante!"
                 C               D7               G
Mudou a marcha e veloz se arrancou
                                       C                    D7
Fui logo atrás, mas estranhei que na estrada
             C                           D7             G
De seus pneus nem um só risco ela deixou
                           C                 D7                 G
Cheguei ao posto e perguntei ao proprietário
                               C7                                G
Que tirando do armário... uma foto me mostrou.


G                              C                     D7
Quando falei ao proprietário que era ela
                     C               D7                   G
Me respondeu: "ela morreu no mês passado."
                                                    D7
Como gostava muito de caminhoneiro
                  C                  D7           G
Pagava assim a quem havia lhe ajudado
                                  C                      D7
Compreendi que ela veio do outro mundo
           C               D7            G
E que havia do atoleiro me tirado
               C               D7             G
Caminhoneira, hoje lá na imensidão
                            C7                                G
Você roda o caminhão... de estrelas carregado!
1.523 exibições

Comentários 0

Composição: Sabe quem é o compositor? Envie pra gente. Contribuição: PREUSS-LETRAS Correções: claudemirpi »
Consegui tocarAinda não conseguiram tocar essa música. Seja o primeiro!
    Não consegui tocar
    Exibir acordes »
    publicidade
    fechar