A Buscar Guarida

Cristiano Fantinel

 Cristiano Fantinel Compositor: Marquito Ferreira da Costa
Tom: C
		
 Am
 Sempre que alçou a perna
     F
Teve campeando onde bolear
     G
Era gente dessa gente
    Am
Que tem léguas no olhar

Numa parelha de mouros
   F
Que cismavam em não tranquear
   G
Só pedia poso,senhores,
   Am
E um canto pra desencilhar
F               G
No outro dia bem cedo
 C        Bm      Am
Trocava de mouro o destino
Dm             Am
Chapéu tapeado,ia embora,
        E               F    G
Ficando o rastro do peregrino
C
Tinha poncho pra chuva e frio
Dm
E sonhos pra toda vida
   F
Tinha o coração aberto
     G                         E7
E alma inquieta a buscar guarida
  Am   G   F     E              Am   G    F  Am
(AAAAAAAAAAAAA...a buscar guarida aaaaaaaaah a buscar guarida)

(repete a mesma sequência da 1° parte)

Um dos sonhos era ter seu rancho

Com belas flores e um jardim

Com uma linda na espera

Pra busca inquieta ter seu fim

Na ânsia louca de realizar

Os sonhos que ele almejou

O coração já vinha ao tranco

E da distância se cansou

Só achou o rumo certo

Quando partiu pra vida eterna

Deixou os mouros no campo aberto

E pra sempre boleou a perna

"Sem escrituras nem flores,

ficou uma cruz cravada.

Apenas uma simples lembrança

de quem viveu e morreu na estrada.
1.666 exibições

Comentários 2

  • Lucas Lucas: Postado em 22/08/2014 16:05

    Belíssima canção, retrata muito da cultura Riograndense... "Tinha um coração aberto, e alma inquieta a buscar guarida... "

  • bacudo bacudo: Postado em 04/01/2012 17:54

    ta ai gurizada, essa é a versão do festival, interpretada por Mauricio Baialardi, espero que se agradem! Viva o Rio Grande!

Composição: Marquito F. Da Costa / Filipi Coelho / Cristiano Fantinel
Esse não é o compositor? Avise-nos.
Contribuição: glauberramos
Exibir acordes »
publicidade
fechar