A garagem da vizinha

Sandro e Gustavo

Sem foto do Sandro e Gustavo
Tom: C
		
Intr.: C7  C  G7  C  G7  Am  F  G7  C

C                                     G7
 Lá na rua onde eu moro conheci uma vizinha
                                   Am
Separada do marido e ta morando sozinha
                                       G7
Além de ela ser bonita é um poço de bondade
                      F           G7        C
Vendo o meu carro na chuva, ofereceu sua garagem
                                           G7
Ela disse: ninguém usa desde que ele me deixou
                                           Am
Dentro da minha garagem, teia de aranha juntou
                                             G7
Põe seu carro aqui dentro, se não vai enferrujar
              F             G7           C
A garagem é usada, mas seu carro vai gostar
                       C                     G7
Ponho o carro, tiro o carro a hora que eu quiser
                                          Am 
Que garagem apertadinha, que doçura de mulher
                                           G7
Tiro cedo, ponho à noite e também de tardezinha
                  F         G7          C
To até trocando o óleo na garagem da vizinha

Solo: G7  Am  F  G7  C  Db

                       Db                Ab7
Só que o meu possante tem uma linda carretinha
                                          Bbm
Que eu uso pra vender coco na minha cidadezinha
                                              Ab7
Mas a garagem é pequena, o que é que eu faço agora?
                  Gb        Ab7            Db
O meu carro fica dentro, os cocos ficam de fora
                                         Ab7
A minha vizinha é boa, da garagem vou cuidar
                                            Bbm
Na porta o mato cresceu, dei um jeito de cortar
                                      Ab7
A bondade da vizinha é coisa do outro mundo
                     Gb           Ab7        Db
Quando não uso a da frente, uso a garagem do fundo
                       Db                    Ab7
Ponho o carro, tiro o carro a hora que eu quiser
                                         Bbm
Que garagem apertadinha, que doçura de mulher
                                          Ab7
Tiro cedo, ponho à noite e também de tardezinha
                  Gb        Ab7        Db
To até trocando o óleo na garagem da vizinha

Solo: Ab7  Bbm  Gb  Ab7  Db

Repete refrão - solo
26.549 exibições

Comentários 3

  • dididoido dididoido: Postado em 05/01/2013 22:28

    bom de fi + sucesso pra vcs 2 ai

  • dididoido dididoido: Postado em 05/01/2013 22:27

    este cantor não poderia ter falecido,é melhor que umas porcariade teló que andam por ai.Fernando e sorocaba ajuda o gustavo fazer sucesso .

  • seixasraul seixasraul: Postado em 14/09/2012 14:23

    kkkk mt bom

Exibir acordes »
publicidade
fechar