O Doutor e a Empregada

Trio Parada Dura

 Trio Parada Dura Compositor: Augusto Alves Pinto
Tom: A
		
(intro)  A E7 A E7 A (2x) E7 A

A                            	 E7
Mamãe eu estou gostando da empregada
                                A
E cada dia que passa eu gosto mais
                                    E7
Não é por ter casa limpa e roupa lavada
                                   A
Nem tão pouco pela comida que ela faz
                              E7
A sua simplicidade me conquistou
                                    A
Eu sinto que ela sente o mesmo por mim
                                    E7
Não importa o que ela é e nem o que sou
                                    A
Não quero que nosso amor venha ter fim

A                        E7
Pode me bater, pode me pisar
             D                 A
Pode me chingar, pode me humilhar
           E7                          A
Pode me chamar de doutorzinho meia tijela
             D                              A
Pode fazer tudo que não me zango com a senhora
                             E7              A
Mas se mandar a empregada embora eu vou com ela

A                              E7
Ela tem o predicado de uma doutora
                                 A
A pinta de uma atriz de tele novela
                               E7
Tem o jeitinho calmo de professora
                                 A
O charme de uma miss numa passarela
                                E7
O diploma que eu tenho só tem valor
                                A
Se ela for minha esposa e sua nora
                                 E7
Eu tenho na empregada um grande amor
                                   A
Sem ela eu vou jogar meu diploma fora
24.762 exibições

Comentários 0

Composição: RONIEL / AUGUSTO ALVES PINTO
Esse não é o compositor? Avise-nos.
Contribuição: Marcos
Exibir acordes »
publicidade
fechar