Cidades e Lendas

Zé Ramalho

 Zé Ramalho
Tom: G
		
Intro: G D Em Em C A D - G D Em Bm C Bm - Em Bm Em Bm

Em                   Bm    Em                 Bm
   Entre torres e favelas    vejo a lua flutuar
Am                      Em
   Vejo o mar bater nas pedras
D      D/C          G    D/F# Em
   Da cidade onde chorei por você
B7                     Em   B7                     Em
   Foi-se a noite sertaneja    que sonhei no estrangeiro
D   D/C               Em       D      D/C        G
   Estilhaços de recordação   onde eu nunca voltarei
B7                   Em        B7                  C            D  D7
   A cidade é uma serpente    se não falha o meu repente eu vou só

G     D/F#          Em Em7    C         A         D
Toda cidade é uma lenda,    tendas de ferro e cristal
G     D/F#        Em  Em7   C        B7       Em
Ruas de luz e de penas,    cenas de fogo e jornal
Em      Bm
ee...   oo... [repetir]

Em                     Bm    Em                    Bm
   Vai batendo a velha noite    no subúrbio da tristeza
Am                             Em
   E a madrugada sai num trem azul no céu
D    D/C                 G  D/F# Em
   Abrigando a luz da ilusão
B7                   Em   B7                  Em
   São olhares sem janela    derramados na sarjeta
D     D/C              Em    D     D/C               G
   Passarada, negra solidão,   traficando a última visão
B7                  Em      B7                      C          D   D7
   As cidades são espelhos,    tantos olhos, tantos olhos tão sós

[Refrão]

Em                  Bm     Em                  Bm
   As esquinas do deserto,    as meninas são sereias
Am                   G          D    D/C         G  D/F# Em
   Nas migalhas da televisão    eu procuro por você
B7                   Em       B7              Em
   São Atlântidas concretas    baseadas na pobreza
D     D/C              Em          D    D/C           G
   Babilônias da desconstrução   sob a lama dos meus pés
B7                  Em     Bm                   C          D  D7
   As cidades são cometas,    vão embora porque somos tão sós

[Refrão 2x]
56.831 exibições

Comentários 3

  • Madruga Madruga: Postado em 21/05/2012 19:54

    nem é por nada não mais eu gosto de tirar na íntegra, nem toco igual pois não sou papagaio de zona, rsrsrsrs

  • Madruga Madruga: Postado em 21/05/2012 19:51

    e sem contar no resto, faltam acordes

  • Madruga Madruga: Postado em 21/05/2012 19:50

    Mew o cara que cifrou isso precisa aprender a ouvir, pois onde é maior ele colocou menor e onde é menor ele colocou maior

Composição: Fausto Nilo
Esse não é o compositor? Avise-nos.
Contribuição: BetoMineiro Correções: BetoMineiro »
Exibir acordes »
publicidade
fechar