Cifra Club

Tudo o que você precisa saber sobre notação musical

Acompanhe aqui o guia completo para você entender, de fato, o que é notação musical!

Ilustração de notas musicais no pentagrama
A notação é um conceito base do estudo de teoria musical (Foto/Reprodução/Internet)

Nossa conversa de hoje é sobre notação musical. Desde o começo da história da humanidade, as civilizações usaram a música para se expressar. Logo, existem indícios de escrita musical no Egito que datam de 3.000 antes de Cristo!

Desde então, os conceitos de teoria musical passaram por várias modificações até chegarmos aos padrões atuais. Portanto, bora lá conhecer os diferentes tipos de notação musical?

O que é notação musical?

Notação musical é um sistema formado por conjuntos de sinais gráficos que representam visualmente o som. Através dela, podemos ler uma música e, além disso, registrar uma composição.

Isso permite ao músico tocar a canção no seu instrumento da forma que ela foi originalmente escrita pelo compositor/arranjador. Existem dois tipos de notação musical: a tradicional e a não tradicional. Vamos saber mais sobre elas?

Notação musical tradicional

O sistema de notação musical mais usado é a partitura. Nela, os sinais gráficos são escritos sobre uma pauta formada por cinco linhas horizontais e paralelas, conhecida como pentagrama.

Pentagrama em partitura

Os principais sinais gráficos que podem aparecer em uma partitura são:

  • Claves (as mais comuns são as Fá e Sol);
  • Armadura de clave;
  • Compasso;
  • Figuras de tempo (semibreve, mínima, semínima, colcheia, semicolcheia, fusa e semifusa);
  • Figuras de pausa (elas têm os mesmos nomes das figuras de tempo);
  • Bequadro.

Notação musical não tradicional

Um registro escrito que abre mão da simbologia da partitura é uma notação musical não tradicional. Nesse caso, o autor se vale de sinais de livre criação que ele considera necessário para escrever sua composição.

A notação musical não tradicional começou a ser explorada na virada do século XX. Compositores com trabalhos mais experimentais precisavam de sinais gráficos não musicais para registrar suas criações. Vamos ver isso mais à frente, quando abordarmos as partituras gráficas.

Tipos de notação musical

Existem diferentes tipos de notação musical, cada um com suas particularidades. Bora lá saber mais sobre cada uma delas?

Melodia cifrada

Este é um tipo de partitura onde temos a melodia escrita nos pentagramas. Acima deles, aparece a cifra da música.

A melodia cifrada é muito usada por tecladistas para fazerem os acordes na mão esquerda, enquanto tocam a melodia na mão direita.

Porém, ela também é bem legal para duetos onde um instrumento (violão, por exemplo) toque o acompanhamento e outro instrumento toque a melodia.

Piano roll (Midi)

Além de estar presente em todos os softwares de áudio profissional, o piano roll também é usado nos aplicativos de estudo de teclado.

Softwares de áudio profissional

Esses são softwares onde você pode escrever uma composição ou arranjo de sua autoria ou de outro compositor.

Para isso, é necessário abrir um canal de gravação MIDI. À esquerda da tela, na posição vertical, aparecerá o piano roll. Através de um teclado controlador, você toca a música que deseja.

As notas musicais vão aparecer na forma de traços no monitor. Depois de gravar no canal MIDI, você pode fazer vários tipos de alteração na música através do piano roll.

Aplicativos de estudo de teclado

Para os apps, use um cabo micro USB para conectar o celular ou o tablet a um teclado musical.

Esses aplicativos já trazem um banco de dados com músicas no formato MIDI. Mas você também pode baixar músicas nesse formato e importar para o aplicativo.

Ao escolher uma música para estudar, o aplicativo mostra na parte inferior da tela o piano roll. Na parte superior, temos a partitura da música.

Partituras gráficas

Além de existirem vários tipos de partituras gráficas, elas não são padronizadas. Geralmente, esse tipo de notação musical é usado para registrar ruídos em composições musicais experimentais, tais como o som do vento, sirenes e outros.

Portanto, os elementos da notação musical tradicional se misturam com gráficos, formas geométricas, traços, desenhos e imagens. A disposição desses elementos no papel é bem diferente de uma partitura tradicional.

Baixo cifrado

Também conhecido como baixo figurado ou baixo contínuo, esse tipo de notação musical surgiu no período barroco. A linha de baixo é escrita no pentagrama.

Logo abaixo dele, aparecem números e acidentes indicando quais intervalos acima das notas do baixo, ou seja, quais inversões de acorde devem ser tocadas.

Os compositores do século XVII não escreviam os números quando achavam que o acorde era óbvio. A oitava era indicada através de números como 10, 11 e 13, que são os intervalos compostos.

Lead sheet

Lead sheet é uma partitura básica. Ela só traz os elementos essenciais necessários de uma música. A melodia é escrita nos pentagramas. Acima deles, temos a cifra e, abaixo, a letra da música.

A lead sheet não traz linhas de baixo, aberturas de voz nem a grade do arranjo.

Cifras com convenções rítmicas — compassos e convenções

Uma das características deste gênero de partitura, além de ser cifrada, é indicar as levadas e convenções rítmicas do arranjo. Ou seja, quando todos os instrumentos de acompanhamento tocam juntos uma frase musical.

Portanto, essa partitura é escrita para os instrumentos de base. Seu uso é muito comum em combos de jazz, grupos de música popular de câmara e MPB.

Amplie seus conhecimentos no Cifra Club Academy

Agora que você já teve as primeiras noções de notação musical, venha aprimorar seus conhecimentos no curso de leitura de partitura do Cifra Club Academy! Tenha um estudo de qualidade por um preço acessível. Comece já!

Leia também

Ver mais posts

Cifra Club Pro

Aproveite o Cifra Club com benefícios exclusivos e sem anúncios
Cifra Club Pro
Aproveite o Cifra Club com benefícios exclusivos e sem anúncios
OK