Cifra Club

Aprenda

Paga Pau

Fernando e Sorocaba

Letra

Você diz que não me ama, você diz que não me quer
Mas fica pagando pau, qual é que é
Todo dia seu teatro é exatamente igual
Você finge que me odeia, mas no fundo paga pau

Ela é atriz, ela faz cena, ela mete uma pressão
Se joga na minha frente, me engana não
Feito cobra mal matada, ela rebola, eu passo mal
Com o nariz empinado, ela é a tal

Se eu mando um xaveco, ela finge não ouvir
Mas se eu grito: "Olha a bruxa!", vem discutir
Sua psicologia tá um tanto quanto errada
Ou me aceita de uma vez, ou tá danada!

Você diz que não me ama, você diz que não me quer
Mas fica pagando pau, qual é que é
Todo dia seu teatro é exatamente igual
Você finge que me odeia, mas no fundo paga pau

Ela é atriz, ela faz cena, ela mete uma pressão
Se joga na minha frente, me engana não
Feito cobra mal matada, ela rebola eu passo mal
Com o nariz empinado, ela é a tal

Se eu mando um xaveco, ela finge não ouvir
Mas se eu grito: "Olha a bruxa!", vem discutir
Sua psicologia tá um tanto quanto errada
Ou me aceita de uma vez, ou tá danada!

Você diz que não me ama, você diz que não me quer
Mas fica pagando pau, qual é que é
Todo dia seu teatro é exatamente igual
Você finge que me odeia, mas no fundo paga pau

Você diz que não me ama, você diz que não me quer
Mas fica pagando pau, qual é que é
Todo dia seu teatro é exatamente igual
Você finge que me odeia, mas no fundo paga pau

Composição de Sorocaba
Colaboração e revisão:
  • Joao
  • Vitória
  • rafael quiroga

0 comentários

Ver todos os comentários
00:00 / 00:00
Outros vídeos desta música
Repetir Qualidade Automático
Outros vídeos desta música
00:00 / 00:00
Automático

Cifra Club Pro

Aproveite o Cifra Club com benefícios exclusivos e sem anúncios
Cifra Club Pro
Aproveite o Cifra Club com benefícios exclusivos e sem anúncios
OK