Tom: E
		

Intro: E  B7  A  A  B7  E
E|--0--2--4--4--7--7--5----0--4--4--2--2--0--0------
B|--------------------------------------------------
G|--0--1--3--3--6--6--5----0--3--3--1--1--0--0------
E|--------------------------------------------------
B|--------------------------------------------------


E                         A
Foi as quatro horas da manhã
       B7                E
Meu cachorro de guarda latiu
                        B7
Levantei para ver o que era
                      E
E vesti meu casaco de friu
                            A
Então vi que chegou um mensageiro
    B7                E
Amuntado num burro turdio
                      B7
Apiou e me disse "bom dia"
                          E
E o borso da bargana ele abriu
              E7          A
Uma carta o rapaz me entregou
            A           B7        E
E de novo amuntou e na estrada sumiu

(Intro)

E                         A
Dei a carta pro meu irmão ler
    B7                 E
Ele leu e me olhando sorriu
                          B7
"É convite pra nóis ir na festa
                           E
vai haver um grande desafio".
                           A
O meu papai já correu no vizinho
       B7               E
Foi chamar o vovô e o titio
                           B7
Nóis cheguemo à pulá de contente
                           E
Lá em casa ninguém mais dormiu
             E7           A
Pra quebrar aqueles campeonato
            A       B7           E
Nem com sindicato ninguém conseguiu

(Intro)

E                       A
Violeiros que mandam convite
       B7                  E
Moram lá do outro lado do rio
                            B7
Eles pensa que nóis num vai lá

                         E
Mais nóis semo caboco de bril
                       A
A peteca aqui do nosso lado
      B7                   E
Por enquanto no chão não caiu
                          B7
Quando nóis cheguemo no catira
                          E
Os mais fraco na hora assumiu
              E7        A
Só cantemo moda de campeão
                  A        B7        E
E os tar que era bão nem se quer reagiu

(Intro)

E                        A
Perguntei para o dono da festa
     B7                    E
Onde foi que o senhor conseguiu
                     B7
Esses tar violeiro famoso
                        E
Que as moda de nóis engoliu
                      A
O festeiro ficou pensativo
     B7                  E
E mordeu no cigarro e cuspiu
                         B7
"Oceis são dois caboco batuta
                                E
quem falou poder crer não mentiu".
              E7         A
Teve algum canta esprementou
              A     B7         E
Mais o peito faiô e voiz não saiu

(Intro)

E                         A
As viola nóis faiz de encomenda
      B7                  E
Nossa peito é tratado e sadiu
                        B7
Já cantemo três noite seguida
                       E
E as moda nóis não repetiu
                          A
Quem repete é relógio de igreja
    B7                 E
E o triste cantar do Tisil
                   B7
E agora com esta vitória
                       E
Inda mais nossa fama subiu
         E7            A
E vocês num deve discuti
           A       B7           E
Se viemos aqui foi vocês quem pediu

( B7  E )
62.023 exibições

Comentários 0

Composição: Raul Torres / Rubens Ferreira Bueno
Esse não é o compositor? Avise-nos.
Contribuição: Jazon
Exibir acordes »
publicidade
fechar