Cifra Club

Música e saúde – Parte I: você sabe o que é Melofobia?

A Melofobia é uma síndrome que compromete a relação do indivíduo com a música. Nesse sentido, que sofre desse problema não se dá muito bem com a única forma de linguagem que une o que as maldades do mundo separam. Apesar de ser engrenagem fundamental na vida cotidiana de uma infinita quantidade de pessoas, essa manifestação artística formada por ritmo, melodia, harmonia, acordes e – de vez em quando – letras, também pode causar transtornos para alguns.

Melofobia atinge pessoas várias idades
O contato com a música pode ser uma experiência bem ruim para algumas pessoas (Foto/Pexels)

“Como assim? O filósofo [que também foi crítico cultural, poeta, compositor e mais um monte de coisa] alemão Friedrich Nietzsche não sentenciou que ‘sem música, a vida seria um erro'”?, indaga o amigo leitor

As canções representam uma importante parte do DNA do Cifra Club. Logo, precisamos espalhar a conscientização sobre situações que podem impedir que as pessoas aproveitem a música como deve ser. Dessa forma, propomos uma série de artigos chamada “Música e saúde”. Nesse primeiro artigo, você descobre tudo sobre a Melofobia.

Vamos lá?

O que é Melofobia?

Se você já ouviu falar de alguém que não gosta ou que prefere ignorar a existência da música, saiba que essa suposta “falta de gosto” pode estar associada à Melofobia (medo de música), uma condição neurofisiológica pouco compreendida, mas muito mais real do que você imagina.

As pessoas melofóbicas têm características físicas peculiares que fazem com que elas sejam especialmente sensíveis a mudanças bruscas de timbre e tom. Os laços emocionais com a música são a principal causa para o desenvolvimento da Melofobia. Sendo assim, uma canção pode ser o gatilho emocional que conduz o indivíduo melofóbico de volta a um lugar de medo ou tormento.

Melofobia causa aversão à música
A pessoa com Melofobia coleciona péssimas experiências com a música (Foto/Internet)

Como a música está em todos os lugares, a pessoa com Melofobia pode ter dificuldades para desenvolver as mais variadas formas de interação social, incluindo ter um emprego.

Outros sintomas da Melofobia:

  • insônia
  • elevação da frequência cardíaca
  • ataque de pânico
  • falta de ar
  • náusea
  • tremedeira
  • choro
  • gritos
  • tontura
  • vontade de fugir
  • perda de controle

As causas da Melofobia

Em conversa com o site Vice, a Dra. Marsha Johnson, audiologista e diretora clínica da Tinnitus & Hiperacusis Clinic de Oregon, revelou que “a Melofobia pode ser induzida por experiências negativas com música ou com instrumentos musicais, como um show alto demais que causou Tinnitu (ou zumbido no ouvido) em uma pessoa por várias semanas”.

A melofobia também atinge músicos
Uma das causas mais traumatizantes de melofobia é fazer o músico ter medo de exercer o ofício (Foto/Pexels)

Na maioria das vezes, a Melofobia tem duas causas: Tinnitus [ou zumbido no ouvido] e Hiperacusia [hipersensibilidade ao som]. Segundo Johnson, a condição é induzida por experiências negativas com música ou com instrumentos musicais, como um show alto demais que causou Tinnitu em uma pessoa por várias semanas. Por sua vez, a longo prazo, o contato constante com um instrumento demasiadamente barulhento pode resultar em Hiperacusia e, consequentemente, o músico passa a sofrer dores que se intensificam a cada nova exposição.

As experiências acima podem ser traumatizantes o suficiente para que a pessoa passe a evitar contatos com shows e demais meios de se consumir música. No caso do músico profissional, infelizmente, há possibilidade de abandono da profissão.

O “medo da música” tem cura?

Dra. Marsha Johnson afirma que ainda não existe cura para a Melofobia. É possível, no entanto, minimizar os efeitos motivados pelas principais causas que resultam no “medo da música”.

Segundo Johnson, há alguns programas de administração da doença que ajudam a diminuir a altura, o caráter intrusivo e o impacto negativo de Tinnitus. Por sua vez, os males causados pela Hiperacusia podem ser atenuados por meio de uma terapia de dessensibilização. De acordo com a audiologista, muitas vezes o paciente consegue se recuperar do medo de música ou de eventos musicais.

Como prevenção, a médica recomenda moderação com o uso de protetores de ouvido e  com os períodos que passamos em silêncio total. Logo, se você sente sintomas de Melofobia, não se angustie, ou seja, procure ajuda médica quanto antes.

Leia também

Ver mais posts

Cifra Club Pro

Aproveite o Cifra Club com benefícios exclusivos e sem anúncios
Cifra Club Pro
Aproveite o Cifra Club com benefícios exclusivos e sem anúncios
OK