Notificações Amigos pendentes

      Joaquim e Manuel

      Boate azul

      28.856 exibições
      Tom: F
      Intro: Gm  C  F  Dm  Gm  A  Dm  D7
      
      Dm                                        C
      Doente de amor procurei remédio na vida noturna.
                     Bb                              A7   D7
      Como a flor da noite em uma boate aqui na zona sul.
                Gm                               Dm
      A dor do amor é com outro amor que a gente cura.
                  A7                             Dm     D7
      Vim curar a dor deste mal de amor na boate azul.
                 Gm                                     Dm
      E quando a noite vai se agonizando no clarão da aurora.
             A7                                 Dm      D7
      Os integrantes da vida noturna se foram dormir.
                  Gm                                   Dm
      E a dama da noite que estava comigo também foi embora.
                     Bb                A7            D
      Fecharam-se as portas sozinho de novo tive que sair.
      
                  A                   G              D
      Sair de que jeito, se nem sei o rumo para onde vou.
                                      A             G                D
      Muito vagamente me lembro que estou. Em uma boate aqui na zona sul
                A             G                  D
      Eu bebi demais e não consigo me lembrar se quer.
                                A               G     A        D
      Qual era o nome daquela mulher, a flor da noite da boate azul.
      
      ( Dm  C  F  Dm  Gm  A7  Dm  D7 )
      
                 Gm                                     Dm
      E quando a noite vai se agonizando no clarão da aurora.
             A7                                 Dm      D7
      Os integrantes da vida noturna se foram dormir.
                  Gm                                   Dm
      E a dama da noite que estava comigo também foi embora.
                     Bb                A7            D
      Fecharam-se as portas sozinho de novo tive que sair.
      
                  A                   G              D
      Sair de que jeito, se nem sei o rumo para onde vou.
                                      A             G                D
      Muito vagamente me lembro que estou. Em uma boate aqui na zona sul
                A             G                  D
      Eu bebi demais e não consigo me lembrar se quer.
                                A               G     A        D
      Qual era o nome daquela mulher, a flor da noite da boate azul.
        Composição: Tomaz/Benedito SevieroColaboração e revisão:
        • Leandro
        • thiago
        • kathyllen

        Comentários 4

        140 .
        • forasteiro forasteiro: Em 25/01/2016 15:25

          Afinação é em "Lá" 444hz. Começa no tom de F; No refrão há a modulação para o tom de D.

        • misturafina misturafina: Em 29/06/2012 20:49

          O tom original é em D#

        • rodriguinhool rodriguinhool: Em 21/06/2011 13:20

          mt boa essa musica, umas das melhores musicas sertanejas q eu ja vi na grande voz de joaquim e manuel prabéns...

        140 cancelar

        conseguiu tocar?

        covers

        Grave um vídeo tocando Boate azul e mande pra gente!

        Ex.: http://www.youtube.com/watch?v=0IvSvIwGdwk
        ver covers de outras músicas »
        0:00 / 0:00

        Capítulos

          1 versão de violão dificuldade exibições contribuição e correção
          1 versão de guitarra dificuldade exibições contribuição e correção
          1 versão de cavaco dificuldade exibições contribuição e correção
          1 versão de teclado dificuldade exibições contribuição e correção
          1 versão de Guitar Proformatodownloadscontribuição
          play/pausefechar subir/descer velocidade
          6ª corda E5ª corda A4ª corda D3ª corda G2ª corda B1ª corda E
            acordes
            publicidade
            fechar
            ok