Cifra Club

Aprenda

Aku No Musume

Kagamine Rin

Filha do Mal

Ainda não temos a cifra desta música.

Mukashi mukashi aru tokoro ni
Akugyaku hidou no oukoku no
Chouten ni kunrin suru wa
Yowai juuyon no oujo-sama

Kenran goukana choudohin
Kao no yoku nita meshitsukai
Aiba no namae wa JOSEFIINU
Subete ga subete kanojo no mono

Okane ga tarinaku natta nara
Gumin domo kara shibori tore
Watashi ni sakarau monotachi wa
Shukusei shite shimae

"Saa, hizamazuki nasai! "

Aku no hana karen ni saku
Azayakana irodori de
Mawari no awarena zassou wa
Aa youbun to nari kuchite iku

Boukun oujo ga koi suru wa
Umi no mukou no aoi hito
Dakedomo kare wa ringoku no
Midori no onna ni hitomebore

Shitto ni kurutta oujo-sama
Aru hi daijin wo yobi dashite
Shizukana koe de ii mashita
"Midori no kuni wo horoboshi nasai"

Ikuta no ie ga yakiharaware
Ikuta no inochi ga kiete iku
Kurushimu hitobito no nageki wa
Oujo ni wa todokanai

"Ara, oyatsu no jikan dawa"

Aku no hana karen ni saku
Kuruoshii irodori de
Totemo utsukushii hana nano ni
Aa toge ga oosugite sawarenai

Aku no oujo wo taosubeku
Tsui ni hitobito wa tachi agaru
Ugou no karera wo hiki iru wa
Akaki yoroi no onna kenshi

Tsumori ni tsumotta sono ikari
Kunizentai wo tsutsumi konda
Naganen no ikusa de tsukareta
Heishitachi nado teki de wa nai

Tsui ni oukyuu wa kakomarete
Kashintachi mo nige dashita
Kawaiku karenna oujo-sama
Tsui ni toraerareta

"Kono bureimono!"

Aku no hana karen ni saku
Kanashigena irodori de
Kanojo no tame no rakuen wa
Aa moroku mo hakanaku kuzureteku

Mukashi mukashi aru tokoro ni
Akugyaku hidou no oukoku no
Chouten ni kunrin shiteta
Yowai juuyon no oujo-sama

Shokei no jikan wa gogo san-ji
Kyoukai no kane ga naru jikan
Oujo to yobareta sono hito wa
Hitori rouya de nani wo omou

Tsui ni sono toki wa yatte kite
Owari wo tsugeru kane ga naru
Minshuu nado ni wa memo kurezu
Kanojo wa kouitta

"Ara, oyatsu no jikan dawa"

Aku no hana karen ni chiru
Azayakana irodori de
Nochi no hitobito wa kou kataru
Aa kanojo wa masani aku no musume

Era uma vez, há muito tempo atrás
Um reino de infelicidades
A pessoa que a reinava era
Uma pequena rainha de apenas quatorze anos!

Ela possuía a mais fina mobília
E também um servo que possuía seu mesmo rosto
O nome de seu cavalo real era Josephine
Tudo, tudo isso pertencia apenas ela!

Se nós estamos com pouco dinheiro,
Arranque cada níquel desses cidadãos
Todos aqueles que ficarem contra mim
Serão varridos do caminho!

"Agora, AJOELHE-SE!"

Flor do mal, desabrochando
Em vívidas colorações
Essas ervas daninha estúpidas
São apenas o alimento para a bela rosa

Essa princesa acabou por se apaixonar
Pelo homem de azul que vinha de além do mar
De qualquer jeito, ele já amava a
dama de verde do país vizinho!

A rainha, louca de inveja
Seu ministro ela mandou chamar
E ela disse numa voz calma de assustar
"Tenha certeza que a vila verde será destruída"

Várias casas queimaram até as cinzas
Várias vidas foram varridas de seus corpos
Os gritos enlouquecidos da população
Não atingiam a princesa...

"Ah, está na hora do chá!"

Flor do mal, desabrochando
Em loucas colorações
Mesmo que a bela fosse extremamente bela,
Ah, ela possuía muitos espinho para ser tocada

A princesa do mal precisa ser derrotada
Até que enfim as pessoas começaram a levantar
E o líder da revolução que vinha
Era uma mulher da armadura vermelha!

A fúria, há tanto tempo guardada
Enfim envolveu todo o país
Cansados pela batalha anterior,
Os guardiões do castelo nem foram ameaça

Enfim o castelo foi cercado
Todos os serventes fugiram
A fofa e atraente rainha
Finalmente foi capturada

"Mas que grosseiro!"

Flor do mal, desabrochando
Em tristes colorações,
O paraíso construído por ela mesma
Ah, enfim ele está para desmoronar

Era uma vez, há muito tempo atrás
Um reino de infelicidades
Quem o reinava era uma
Rainha com a idade de quatorze!

Quando o relógio da igreja atingiu três
Os sinos enfim tocaram
A pessoa que era chamada de princesa
O que será que ela pensava, sozinha dentro da cela?

Enfim esse tempo chegou
O fim foi anunciado pela badalada final
Sem nem olhar os rostos da platéia,
Ela apenas disse:

"Ah! Está na hora de um chá."

Flor do mal, decaindo
Nas suas vívidas colorações
As pessoas que depois vieram diziam:
"Ah, ela era realmente a filha do mal."

Composição de Akuno-P/Mothy
Colaboração e revisão:
  • Alice
  • Rin Tanaka

0 comentários

Mostrar mais comentários
00:00 / 00:00
outros vídeos desta música
repetir qualidade Automático
Outros vídeos desta música
00:00 / 00:00
Automático

Cifra Club Pro

Aproveite o Cifra Club com benefícios exclusivos e sem anúncios
7 dias grátis
Cifra Club Pro
Aproveite o Cifra Club com benefícios exclusivos e sem anúncios
7 dias grátis
OK