Cifra Club

Aprenda

Cabelo Pixaim

Maneva

Cifra: Principal (violão e guitarra)
Tom: E
“Louça na pia, e o pensamento no amado
Sentiu a água nas mãos e um tremor leve nos lábios
Sensação de um frio que percorreu sua espinha
Vida dele por um fio, sexto sentido sabia
Ela tentou o contato mas ele não atendia
O desespero tomou conta, e logo chegou a notícia
Perda irreparável que acabou com a família
Era dor e revolta só o que ela sentia"

 (intro) Am    F
--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
----------------------2--2-----3--3--2--2-----------------------------------5--5----3--3--2--2-------------------
------------------3------------------------------3--3-----------------------3------------------------------3-3-------
----5--5---5---------------------------------------------------1-1---1-----------------------------------------------

       Am                                                  F
Ouviu um barulho surdo e pensou que era o fim Sentiu cheiro de queimado no cabelo pixaim
           Am                                             F
Por um instante sua vida lhe passou como um raio Divagou se acabou, se ele viveu o necessário
       Am                                            F
Pensou na sua família e na mágoa que ficou Nos pedidos de desculpas que pensou e não falou
     Am                                                        F
E pensou na sua preta, nos momentos de alegria Sentiu um beijo repousando na sua face: a despedida
          Am                                                  F
Lembrou dos olhos de sol, que iluminava sua vida Lembrou do sorriso solto que ele nunca mais veria
     Am                                            F
A realidade agora deu lugar a um pesadelo E a luta pela vida deu lugar ao desespero
         Am                                               F
Mas por que logo ele, sempre foi trabalhador Não é culpado da miséria, situação do atirador
     Am                                             F
Engajado e envolvido em projetos sociais Mesmo assim não foi poupado pela mão dos marginais
       Am                                                  F
Tudo preto, o rancor se mistura com o medo Guerra é guerra, e sempre traz dor constante e sofrimento
        Am                                                    F
Sentiu raiva mais passou, e pensou q era sua hora Mas seu filho o esperava no portão de uma escola
       Am                                              F                           G#7
Dos jornais sensacionalistas já virou notícia Pro governo virou número aumentou a estatística

(refrão 2x)
C#m   B          A                           B
O que se fazer? Famílias destruídas são notícias da TV.
C#m   B             A                        B
Chega de Sofrer, O abismo social mata eu mata você.
C#m   B          A                           B
O que se fazer? Famílias destruídas são notícias da TV.
C#m   B             A                        G#7
Chega de Sofrer, O abismo social mata eu mata você.

(intro)
            Am                                      F
Carro sem roda, pião e uma pipa rasgada No seu barraco era esse o lazer da criançada
        Am                                            F
Muitas vezes já jurou que ele não roubaria Mas a falta de feijão orquestrava o choro da filha
        Am                                               F
Era um bom coração mas tinha vários pecados Alguns furtos, coisa boba só pra adiantar um lado
    Am                                                          F
Mas cansou de coisa pouca, foi na idéia de um irmão: “É só uma, duas horas e já é dinheiro na mão
           Am                                                  F
É só por o cano na cara, pra não esboçar reação Depois só para no banco, faz o saque com cartão
        Am                                                    F
Um já fica com o refém na campana, sem da guela, Depois só larga o patrício em algum beco da favela"
          Am                                           F
Chegou à hora e o gelado do aço na barriga O nervosismo se instala, e se despede da filha
             Am                                                 F                        G#7
Reza um pai nosso em silêncio, clama a Nossa Senhora Não deseja que uma bala seja o fim da sua história

(refrão)

     Am                                               F
No farol, carro parado, assalto anunciado O motorista tentou a fuga, um tiro foi disparado
    Am                                               F
Atingiu o black power de um rapaz indefeso Tremedeira nas mãos, na consciência um peso
        Am                                             F
Saiu correndo assutado, um bicho encurralado Ele estava de costas quando ouviu os disparos
  Am                                                F
E caiu sem olhar pra trás já sem movimento Só ouvia as sirenes e o barulho do vento
       Am                                          F
O coração apertado, remói arrependimento Já de olhos fechados, ele sofre em silêncio
          Am                                   F                    G#7
Pediu perdão, um devoto de Nossa Senhora Largado no chão, é chegada sua hora

(final)
Am F

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
----------------------2--2-----3--3--2--2-----------------------------------5--5----3--3--2--2------------------
------------------3------------------------------3--3-----------------------3------------------------------3-3------
----5--5---5---------------------------------------------------1-1---1----------------------------------------------

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
----------------------2--2-----3--3--2--2-----------------------------------5--5-----------------------------------
------------------3------------------------------3--3-----------------------3-----------------------------------------
----5--5---5---------------------------------------------------1-1---1----------------------------------------------
Composição de TALES DE POLLI
Colaboração e revisão:
  • Diego Andrade
32.159 exibições
    • ½ Tom
    • A
    • Bb
    • B
    • C
    • Db
    • D
    • Eb
    • E
    • F
    • F#
    • G
    • Ab
  • Adicionar à lista

    0 comentários

    Mostrar mais comentários

    Conseguiu tocar?

    7 Tocaram 1 Ainda não

    Grave um vídeo tocando Cabelo Pixaim e mande pra gente!

    00:00 / 00:00
    outros vídeos desta música
    repetir qualidade Automático
    Outros vídeos desta música
    00:00 / 00:00
    Automático

    Cifra Club Pro

    Aproveite o Cifra Club com benefícios exclusivos e sem anúncios
    7 dias grátis
    Cifra Club Pro
    Aproveite o Cifra Club com benefícios exclusivos e sem anúncios
    7 dias grátis
    OK