Cifra Club

Pirate Jenny

Nina Simone

Pirata Jenny

Ainda não temos a cifra desta música.

You people can watch while I'm scrubbing these floors
And I'm scrubbin' the floors while you're gawking
Maybe once ya tip me and it makes ya feel swell
In this crummy southern town
In this crummy old hotel
But you'll never guess to who you're talkin'
No, you couldn't ever guess to who you're talkin'

Then one night there's a scream in the night
And you'll wonder: Who could that have been?
And you see me kinda grinnin' while I'm scrubbin'
And you say: What's she got to grin?
I'll tell you

There's a ship
The black freighter
With a skull on its masthead
Will be coming in

You gentlemen can say: Hey, gal, finish them floors!
Get upstairs! What's wrong with you! Earn your keep here!
You toss me your tips
And look out to the ships
But I'm counting your heads
As I'm making the beds
Cuz there's nobody gonna sleep here, honey
Nobody
Nobody!

Then one night there's a scream in the night
And you say: Who's that kicking up a row?
And ya see me kinda starin' out the winda
And you say: What's she got to stare at now?
I'll tell ya

There's a ship
The black freighter
Turns around in the harbor
Shootin' guns from her bow

Now
You gentlemen can wipe off that smile off your face
Cause every building in town is a flat one
This whole frickin' place will be down to the ground
Only this cheap hotel standing up safe and sound
And you yell: Why do they spare that one?
Yes
That's what you say
Why do they spare that one?

All the night through, through the noise and to-do
You wonder who is that person that lives up there?
And you see me stepping out in the morning
Looking nice with a ribbon in my hair

And the ship
The black freighter
Runs a flag up its masthead
And a cheer rings the air

By noontime the dock
Is a-swarmin' with men
Comin' out from the ghostly freighter
They move in the shadows
Where no one can see
And they're chainin' up people
And they're bringin' em to me
Askin' me
Kill them now, or later?
Askin' me!
Kill them now, or later?

Noon by the clock
And so still by the dock
You can hear a foghorn miles away
And in that quiet of death
I'll say: Right now
Right now!

Then they'll pile up the bodies
And I'll say,
That'll learn ya!

And the ship
The black freighter
Disappears out to sea
And
On
It
Is
Me

Vocês pessoas podem assistir enquanto eu esfrego esses chãos
E eu esfrego esse chão enquanto vocês conversam
Talvez alguma vez você me deixe uma gorjeta e isso lhe fará feliz
Nesta cidade sudeste miserável
Neste hotel miserável
Mas você nunca vai adivinhar com quem você está falando
Não. Você nunca adivinhará com quem está falando

Então uma noite, tem um grito no meio da noite
E você se pergunta, "Quem deve ter sido?"
E então você me vê, meio sorrindo enquanto esfrego.
E você diz, "o que ela tem para sorrir assim?"
Eu te digo

Tem um barco
O cargueiro negro
Com uma caveira em seu mastro
E virá para cá

Vocês, senhores, podem dizer, "Ei, garota, termine de esfregar esse chão! Vá lá para cima, o que há de errado com você? Faça seu ganho aqui!"
Vocês me jogam suas gorjetas
E então procuram lá fora pelos barcos
Mas eu estou contando suas cabeças
Enquanto faço suas camas
Porque ninguém vai dormir aqui, querido
Ninguém.
Ninguém!

Então uma noite, vem um grito na noite
E você diz, "Quem é essa pessoa acordando todos?"
E você me vê, encarando para fora da janela
E você diz, "O que ela encara agora?"
E eu te digo

Tem um barco
O cargueiro negro
Faz a volta no porto
Dando tiros

Agora
Vocês senhores podem tirar esse sorriso da cara
Porque todos os prédios dessa cidade irão ser esmagados
Esse lugar inteiro estará no chão
Só esse hotel barato estará de pé são e salvo
E você grita, "Por que poupar este aqui?"
Sim.
É isso que você diz
"Por que poupar este aqui?"

Toda noite afora, por todo aquele barulho
Você se pergunta "quem é aquela pessoa que vive lá em cima?"
E você me saindo de manhã
Parecendo bonita, com uma fita em meus cabelos

E o navio
O cargueiro negro
Tem uma bandeira em seu mastro
E uma comemoração invade o ar!

Lá pela noite, na doca
É um enxame de homens
Saindo do cargueiro assustador
Eles se movem nas sombras
Onde ninguém os vê
Eles estão acorrentando pessoas
E as trazendo para mim
Perguntando
"Mato-os agora ou mais tarde?!"
Me perguntando!
"Mato-os agora ou mais tarde?"

Tarde da noite marca o relógio
E ainda assim nas docas
Você pode ouvir uma sirene há milhas de distância
E naquele silêncio de morte
Eu direi, "Agora
Agora!"

Então eles empilharão os corpos
E eu direi
"Isso lhes ensinará uma lição!"

E o navio
O cargueiro negro
Desaparece em auto mar
E
Dentro
Dele
Estou
Eu

00:00 / 00:00
Outros vídeos desta música
Repetir
Outros vídeos desta música
Composição de Bertolt Brecht/Kurt Weill/Marc Blitzstein
Colaboração e revisão:
  • Mappie Jones
1 exibições

0 comentários

Ver todos os comentários

Entre para oCifra Club PRO

Tenha acesso a benefícios exclusivos no App e no Site

  • Chega de anúncios

  • Prioridade de compra em lançamentos

  • Mais recursos no app do Afinador

  • Atendimento Prioritário

  • Descontos nos produtos Cifra Club

  • Ajude a produzir mais conteúdo

00:00 / 00:00

Cifra Club Pro

Aproveite o Cifra Club com benefícios exclusivos e sem anúncios
Cifra Club Pro
Aproveite o Cifra Club com benefícios exclusivos e sem anúncios
OK