Cifra Club

Aprenda

O Retorno

Sabotage

Ainda não temos a cifra desta música.

Pois então, eu vou dizer, irmão
Cilada, medo e criarca na casa de detenção
Pois então, eu vou dizer, irmão
Cilada, medo e criarca na casa de detenção

Então, sobrinho, é foda dar conselho, onde aqui estou
Ás vezes quem dá conselho é julgado a detenção
Presidio velho e mal conservado tem pavilhão de 5
Andar em cinza é um escracho

Em frente ao pátio externo frio externo ao lado
O homem que quer conhecer faz o mal errado
Paredes altas celas prisão vida anormal
A paralela agora sem as festas é radial

Com porta aqui entrada é a mesma e saída
Ladrão que parasita ficam fortes o que agilizam
Não vejo brigas isso de ponta pedra dez paulada
Facada o Judas sobe e desce sem falha

No 8 veio monarca sobrevive 26 de cadeia
Um Martin Luther King foi quem me disse
Que o crime é substância triste
Velhice tolice quem entra só desiste

Tem pagão que diz que cata carro rouba casa
Quando cai responde três em cara é a cara
Embaça colo bola de meia não tem isquera
Só não bobeia se lembras do que tu queira

No 9 a triagem tristeza lá quem temer
Para lembra pensa hora maior de dar valores
As terezas amélia vera armélia ou como queira
A fé de um preso é a última das crença maus votos

Mals copanias fraqueza na pratica
Sem querer se alto julgar mundo homem sofre
Cadeia o homem pasta depedente deve
Da mio se esqueci cobrança vem a tese
Ou paga ou vira drag queen

O gosto azedo da comida das masmorras é bronca
Utilizada e destilada pra Maria loca
Pra batizar com biotônico fontoura
Detenção cadeia muquifo não distrito

A trajetória sem crescer ladrão seja bem vindo
Carandiru pior que o filme OZ pra quem tá vivo
Parceiro eu fico triste em recordar outra vez
Outra versão pavilhão 9 eu vou citar pra vocês

Pois então eu vou dizer irmão
Tragédia meses dia lá da casa de detenção
Não dou valor ou não atrás decepção
Por que se mata o irmão enfrenta rebelião

Quem usa abusa do pó que o derruba
Malote o time não trouxe-me é filme triste
Jilsepequé se chama Jão que se Cabulosão
Mais quando entra aqui treta com o cão

O chefe de disciplina de lupa no rosto
Cadeia fute pagode alivia um pouco
Acaba um sofrimento maior de sua vida
Mães, mulheres, filhas, sofrendo numa visita

Naquela fila perdem todo seu moral
Velhos crianças de colo sofrendo a resistir o Sol
Na garganta o nó embaraçado entre os presos
Maldita lei judiciara, roubam seus direitos

Anjos demônios piolhagem pouco a pouco
Sem Pipocagem, mas assim morar no 7 ou no 8 verme trás
Tem tratamento rígido e vai viver nas masmorras do amarelo ou do 5

Aos meus amigos desabafo outra vez
Outra versão pavilhão 9 eu vou citar pra vocês
Que os mandantes da chacina ficarão no caso
Sendo tirados de otários pra todos acasalados

E nunca são julgados atrás de quem se esconde
Não vou pagar pelo massacre do 111
Pois é assim que eles enganam o povo a todo tempo
Pela contagem dos presos se foram embora 300 detentos

Meu mano disse: A lei é do caralho
Com normas anti-sociais ao sistema carcerário
Pelo contrario roubam meu Direito

Nesse mundo sujo presos no canto em liberdade
Sonha até com o mundo
Estando preso o mano sofre pouco a pouco
Mais amanhã um animal cachorro louco solto

Grande sufoco pra ter tanto sofrimento culpado
É teu instinto trouxe o movimento chefe de disciplina
De lupa no rosto no pátio rola um pagode
Pra aliviar um pouco pode crer esse é o resumo
Num mundo sujo o crime sempre o jogo sujo

Fardados que vivem de cinza são putos é
A lei que fazem na sul do subúrbio
É zona oeste norte leste a cadeia treme
É desse jeito estermisom igual serpente
Lá às vezes tá embaçado culpado no jogo

Sufoco cabra da peste em dar pipoco
Esquece vai pra grupo quem faz mais que que fique
Certo não quieto tipo um dedico é com nóis mesmo
Vou chegar tô dentro dessa fita enquanto

Uns vândalos tão atrasado é
Lembra da sul que eu ti falei sobrinho
O tempo passa não desanima
Toda rua só lá mais alto aqui quem rouba varal

Os pé de break continuam a sul portando a ponto é
Se aliando com os putos do subúrbio
Disse aqui que vina vai pro amaestro
Pagão não tem vez vai pro inferno é foda
Outro dia caiu aqui um cara metendo banca de bandido
Até umas horas
Disse que cato coba que foi com litu com Djavan
Com vários ladrão de manhã catar mansão puta que o
Pariu
Quelou pra caralho falou de mais foi pro saco por aqui
Não tem boi
Não tem vantagem não tem nenhum filha da... Sem
Maldade
Necessidades traição revolta dois desacertos que a
Pedra é roça
Foi intacto espera na divinéia malandro bom ladrão do
Bom às vezes amarela
Lembra do boyzão da área que virou policia
Foi num B.O. junto com os manos defendeu a ficha
O irmão dele atraco no barraco
Mato um mano na espraiada tava embriagado
Foi pro sumario foi inutilmente a explicar
De vez em quando até hoje é o quentes burgue
Lá veja você sobrinho é foda a vida desse crime sei
Que é roça
Agora estou aqui sem disme e sorte junto com os manos
Do pavilhão 9
Ha sei que é foda é roça mente desova é foda
Zé povinho força zoi de lula é foda é roça
No pico a pedra nessa vida reforça a peste mata na
Cadeia
E na maloca detenção cadeia muquifo
A trajetória sem crescer seja bem vindo
Carandiru pior que o Oz pra quem tá vivo
Parceiro eu fico triste mais eu penso nisso
A e sobrinho fica com Deus eu sinto que a paz esteja
Com você eu pre-sinto
Vai pra rua não muda postura lembra sempre na sua

Pois então eu vou dizer irmão
Cilada mile dia lá da casa de detenção
Pois então eu vou dizer irmão
Cilada mile dia lá da casa de detenção
Pois então eu vou dizer irmão
Tragédia meses dia lá da casa de detenção
Não dou valor ou não atrás decepção
Por que se mata o irmão enfrenta rebelião

Composição de Sabotage
Colaboração e revisão:
  • Paullin

0 comentários

Ver todos os comentários
00:00 / 00:00
outros vídeos desta música
repetir qualidade Automático
Outros vídeos desta música
00:00 / 00:00
Automático

Cifra Club Pro

Aproveite o Cifra Club com benefícios exclusivos e sem anúncios
Cifra Club Pro
Aproveite o Cifra Club com benefícios exclusivos e sem anúncios
OK